Secretária de Saúde esclarece sobre estudo publicado na revista

Na semana passada a Revista Exame publicou um estudo elaborado pelo Instituto Votorantim onde aponta que Colina é a cidade brasileira com menor vulnerabilidade à Covid-19.

A reportagem gerou diversos questionamentos nas redes sociais já que o estudo relata que a cidade teria 50 leitos de UTI e 81 respiradores por 100 mil habitantes, o que não procede.

Rafael Gioielli, gerente geral do Instituto Votorantim, explica na reportagem e no site que o estudo foi realizado por meio do IVM (Índice de Vulnerabilidade dos Municípios), ferramenta criada por eles para basear decisões de investimento do Instituto Votorantim durante a pandemia. Diz ainda que o levantamento leva em conta 18 indicadores distribuídos em 5 pilares: população vulnerável, economia local, estrutura do sistema de saúde, organização do sistema de saúde e capacidade fiscal do município. Para isso foram usados dados coletados antes do início da pandemia junto ao IBGE, SUS, CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde) e ANSs – Agência Nacional de Saúde Suplementar).

ESCLARECIMENTO

A secretária de Saúde, Sadia D. R. Ferreira, esclareceu que os dados da estrutura do sistema de saúde (como UTI e respiradores) são os existentes na microrregião de Barretos que é composta por 18 municípios.

“Colina não possui leitos de UTI, o número apresentado foi o da microrregião. Fizeram o cálculo do número de leitos de UTI e de respiradores existentes no SUS e privado informados por cada município ao CNES na microrregião em que o município se insere por 100 mil habitantes”, disse a médica.

HOSPITAL

A secretária também informou que, “o que possuímos de fato é o Hospital José Venâncio como primeira referência para internação de casos suspeitos de Covid-19 e para casos graves que necessitam de leitos de UTI a nossa referência é o Hospital de Amor Nossa Senhora, em Barretos, que atende a região, não tendo  assim um número de leitos de UTI destinado exclusivamente para Colina”. Acrescentou que foi implantado o Centro de Enfrentamento ao Coronavírus pela prefeitura no Hospital José Venâncio com alas de internação, urgência/emergência.

MAIS PROFISSIONAIS

Disse que a prefeitura investiu na contratação de médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem, serviços gerais e vigia. Também foram adquiridos novos equipamentos como ventilador pulmonar, cardioversor, testes rápidos, swab, medicamentos e equipamentos de proteção individual.

Finalizou esclarecendo que Colina tem 3 ventiladores pulmonares instalados na urgência para atender os casos graves até a liberação da vaga para o hospital de referência.

 


Postado em 21/05/2020
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.284
Ontem:2.726
Total:4.010
Recorde:2.726
Em - 30/05/20