Trabalhadores da cultura têm direito ao auxílio emergencial

Colina aderiu a Lei de Emergência Cultural - Lei “Aldir Blanc” que prevê auxílio para os trabalhadores da área cultural e subsídio para manutenção de espaços artísticos culturais que tiveram as atividades interrompidas com a pandemia.

O valor emergencial para os trabalhadores da cultura com atividades interrompidas é de R$ 600,00 mensal, retroativo ao mês de junho, e de R$ 1.200,00 para as mães de famílias monoparentais. Esse valor será pago pelo Governo Estadual.   Podem requerer o auxílio artistas, músicos, artesãos, técnicos, produtores, dentre outros desde que se enquadrem as exigências da lei.

A lei também garante subsídio mensal para espaços culturais que tiveram as atividades interrompidas com a pandemia e a divulgação de editais e chamadas públicas para a movimentação da área cultural.  

Os recursos foram liberados pelo governo federal para socorrer a cultura, sendo metade do valor destinado aos Estados com a obrigação de pagar o auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura e lançar editais de premiação de mérito cultural. A outra metade será disponibilizada aos municípios com a obrigação do pagamento do subsidio mensal aos espaços artísticos culturais e também de lançar editais de premiação de mérito cultural.

Todos os municípios do país terão direito de receber o auxílio, sendo o cálculo baseado nos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e proporcionalmente à população do município.  Colina receberá o valor de R$ 154.359,74 para fomentar a área cultural referente aos incisos II e III do artigo 2º da “Lei Aldir Blanc”.

 

 

INSCRIÇÃO ATÉ DIA 15

Para serem beneficiados com o auxílio, os trabalhadores da cultura precisam atender a vários requisitos, como não ter emprego formal ativo, dentre outras exigências. Uma delas é a inscrição, até na próxima quinta-feira, dia 15, na plataforma digital lançada pelo governo estadual: www.dadosculturais.sp.gov.br

O coordenador cultural do município, Gilberto Gonçalves, explicou que Colina fez a adesão à “Lei Aldir Blanc” e que o plano de ação apresentado foi aprovado pelo Ministério do Turismo. “Já fizemos a assinatura do termo de adesão para a liberação dos recursos e, em breve, serão lançados os editais e/ou chamadas públicas para execução dos benefícios no âmbito municipal. Para coordenar a destinação dos recursos foi constituído um grupo de trabalho composto por representantes do poder público e sociedade civil”, destacou Gonçalves.

 

 


Postado em 08/10/2020
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:3.734
Ontem:9.059
Total:13.762
Recorde:9.059
Em - 20/10/20