Pedreira x Tigrada fazem a grande final do 1º turno 

O bravo São Bento não conseguiu superar a Pedreira, mas mostrou que vem com tudo no 2º turno.

De um lado a tradicional Pedreira tenta erguer a taça novamente e de outro a Tigrada quer estrear com o título invicta.

A grande final desse domingo promete ser quente. Com as melhores campanhas de classificação Pedreira e Tigrada vão com tudo para levantar o caneco
A Pedreira vem embalada após 4 vitórias seguidas e  a Tigrada ainda não sentiu o sabor da derrota. Ainda invictos na competição os “selvagens” têm como ponto forte a boa marcação de seus defensores e se depender desta disposição, a Pedreira vai ter que suar muito para furar o bloqueio. Mais isso não preocupa os atacantes alvirrubros, que eles são os que mais balançaram o barbante no campeonato. A atenção deve ser redobrada sobre os homens gols, da Tigrada, pois têm um bom histórico. Portanto, a zaga da Pedreira está em estado de atenção. Outro aperitivo é que no primeiro jogo deu Tigrada por 2 x 1 e a Pedreira quer, de toda forma, dar o troco da melhor maneira possível.
O treinador José Elias, da Pedreira, ressaltou o plantel de bons jogadores que tem à disposição e afirmou: “ Após iniciarmos o campeonato mal, encaixamos o time e agora estamos embalados e com confiança para fazer  uma grande final e trazer a taça de novo para nossa casa”. Zé do Paraguai aposta todas suas fichas em seus jogadores e declara: “Somos um time com jogadores de decisão e se chegamos até aqui, pode ter certeza, vamos jogar com toda nossa garra para sermos campeões”.
SEMIFINAIS
No primeiro jogo das semifinais duelaram Tigrada e Estrela que mostraram muita vontade e disposição se lançando ao ataque em busca do gol.
As primeiras oportunidades começaram a aparecer para a Tigrada, que aos 18’ teve uma cobrança de pênalti desperdiçada por Róla. O zagueiro dos “selvagens” ainda se lamentava pela penalidade desperdiçada quando 30 segundos depois Duca pegou uma bola na intermediária e acertou um chutaço no cantinho direito do goleiro Birruga para abrir o placar e tirar o peso das costas do companheiro. 
Querendo buscar o empate o time do Estrela não se abateu e seguindo a orientação do treinador Silvano foi para o ataque. Chegaram a assustar em alguns lances só que não conseguiram balançar as redes. 
Mantendo um ritmo muito forte os “selvagens” resistiram à pressão e com um futebol mais envolvente e objetivo souberam administrar o resultado e garantir a vaga na final.  
DE VIRADA
Já sabendo de seu adversário na final Pedreira e São Bento entraram em campo para brigar pela outra vaga. E quem começou melhor foi o São Bento que aos 23’ minutos abriu o placar com Nardo que pegou a bola mal rebatida pela zaga e emendou para as redes. Passado o susto a Pedreira se recuperou rápido, e 5’ depois Robertinho aproveitou uma bola cruzada e empatou. 
No segundo tempo o time do São Bento parecia não ter mais fôlego e a  Pedreira sufocava o tempo todo. O gol seria uma questão de tempo e aconteceu na cobrança de pênalti com Gil. O time virou o placar e ganhou confiança. Para sacramentar, nos minutos finais, Mi fez o dele e definitivamente a Pedreira estava na final. 

Postado em 19/04/2013
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:3.290
Ontem:
Total:3.290
Recorde:3.290
Em - 22/11/18