POPULAÇÃO COBRA PROVIDÊNCIAS 
Por meio das redes sociais a população tem cobrado insistentemente providências das Polícias Civil e Militar. Os colinenses manifestam preocupação, medo e pedem uma ação conjunta do Poder Público e das polícias. quem diga que os bandidos são de Colina e por isso defendem muito mais empenho e rigor nas investigações (competência da Polícia Civil). 
um ano a cidade também viveu este drama da onda de violência. Na ocasião este jornal fez o editorial “Acorda Colina”, cobrando providências das autoridades. Na oportunidade o delegado titular estava afastado do cargo, fato, inclusive, considerado pela OAB como prejudicial às investigações. E agora? 
A mobilização da população, o protesto e a indignação são as armas do povo para que as autoridades de plantão não caiam no comodismo. Afinal, a quem interessa uma cidade acuada pelos bandidos, onde o povo ordeiro é refém do medo e da insegurança?  
Reproduzimos uma parte daquele editorial. “Buscam-se tantos recursos públicos para asfaltar, construir, etc e tal e para a segurança, o que tem sido feito? É preciso mudar esta triste realidade, não podemos tapar o sol com a peneira...”. 
 
ASSESSOR DA CÂMARA É AGREDIDO ANTES DE TER O CARRO ROUBADO 
Desta vez os projetos em discussão na Câmara não foram o assunto principal da primeira reunião ordinária do ano da Câmara, que retornou do recesso na segunda-feira, dia 3. 
A reunião havia terminado e muitas pessoas ainda estavam na sede do Legislativo, quando o assessor parlamentar, Raphael Cantero Vasque Filho,de 56 anos, saiu do prédio, por volta das 21h40, para pegar o carro, que estava estacionado a poucos metros abaixo da entrada principal. No momento que colocava a chave na porta do Gol 2001, cinza, foi surpreendido pelas costas por quatro jovens, que não estavam encapuzados, usavam bonés e bermudas. Segundo a vítima, os ladrões aparentavam serem menores de idade
“Ao perceber que se tratava de um assalto, bati a porta do carro e um  dos criminosos pegou a chave da minha mão  e começaram a me agredir. Eles eram muito agressivos e me bateram com algo muito duro nas costas, me deram chutes e soco na nuca. Não cheguei a ver nenhuma arma, mas um deles apontava algo que estava enrolado numa camisa. A luz era pouca, mas parecia ser uma espingarda com o cano serrado”, contou Rafael que viveu instantes de terror na mão dos bandidos
“Quando me dei conta que queriam me levar também entrei em pânico porque sabia que o pior poderia acontecer. Como estavam de cara limpa não iriam me deixar vivo para reconhecê-los depois. Numa atitude impensada, mas que salvou minha vida, aproveitei um momento de descuido, quando dois deles foram para o outro lado do carro e dei uma cotovelada em um dos bandidos que estava me segurando, sai correndo gritando por socorro”, relembrou Vasque, que acrescentou, “a recomendação é para não reagirmos, sei que corri grande risco porque poderia ter levado um tiro nas costas, mas não me arrependo”
Os ladrões entraram no carro e fugiram pela Rua José Marques de Oliveira e, com certeza, pegaram a estrada que liga Colina a Monte Azul. A Polícia Militar chegou assim que foi acionada, efetuou patrulhamento nos bairros Nosso Teto, Vila Guarnieri e na vicinal Renê Vaz de Almeida, mas não localizou os bandidos. O vigia da Câmara não viu o que ocorreu porque estava dentro do prédio. O assalto aconteceu minutos após o vereador e delegado de polícia ter ido embora.  
“Foi uma experiência terrível que, por pouco, não teve um final trágico. A gente se sente vulnerável e desprotegido porque quem está disposto a roubar não mede as consequências”, desabafou a vítima. O Gol,  o 2º roubado na cidade desde o início deste ano, não tinha seguro. A polícia ainda não tem pistas dos criminosos
 
TERRENO USADO COMO ESCONDERIJO DE PRODUTOS FURTADOS 
Após receber denúncia na tarde do dia 29, por volta das 14h50, os policiais se dirigiram até uma residência na Rua Particular – Jardim Simões e surpreenderam uma mulher, de 34 anos, conhecida nos meios policiais pela comercialização de drogas e outros delitos, saindo de um terreno baldio que fica ao lado da sua casa. Nada de ilícito foi encontrado em seu poder, mas no terreno foram localizadas caixas organizadoras com várias peças de roupas, sapatos e outros produtos furtados no último dia 25 de uma residência que fica na Rua Ernesto Henrique Paro, no mesmo bairro. A autora recebeu voz de prisão em flagrante por receptação e foi conduzida à delegacia, onde o representante da vítima reconheceu os objetos furtados. Após pagar a fiança de R$ 730,00 a mulher foi solta
Caixas organizadoras com roupas e outros objetos furtados de residência no Jardim Simões.
 
MOTOCICLISTA IMPEDE FURTO DA MOTO 
A proprietária de uma Honda CG 125, ano 2001, impediu que sua moto fosse furtada no dia 31, em frente à sua residência na Rua General Osóriocentro. Ela relatou que estacionou o veículo antes das 19h e, meia hora depois, viu pela janela quando um homem, com capacete, portando uma mochila, estava “banguelando” a moto. A proprietária saiu a atrás do ladrão, que acabou abandonando o veículo próximo à pista de skate. 
 
FURTO EM RESIDÊNCIA 
Um notebook, duas câmeras digitais, celular, perfume e a quantia de R$ 500,00 foram furtados de uma residência na Rua Cel. Luciano de Melo Nogueiracentro no último dia 2. Os ladrões, que quebraram o trinco de uma das janelas para ganhar o interior da casa, não foram vistos pelos moradores que não souberam relatar o horário que o furto ocorreu
 
PM FAZAUTUAÇÃO COM O DECIBELÍMETRO 
Em operação realizada na tarde do último domingo, a PM fez a primeira atuação com o decibelímetro, aparelho  usado para medir o volume de som dos veículos. A aferição feita com o decibelímetro demonstrou que o som automotivo do carro, flagrado na Av. José Francisco Azedo, ultrapassou o limite permitido pela lei. O proprietário do veículo recebeu multa de natureza média. Conforme orientação da PM, o cidadão que constatar o excesso de som deve acionar a Polícia Militar via 190. 
 
ESPINGARDA E MUNIÇÕES APREENDIDAS NA PEDREIRA 
A PM foi acionada para atender uma briga entre casal na Rua 7 de SetembroPedreira na noite do dia 1º, por volta das 21h20 e encontrou na residência uma espingarda Rossi carregada, calibre 28, um porta cartuchos, 8 munições intactas e três deflagradas do mesmo calibre. O casal foi conduzido à delegacia, onde a mulher desistiu de fazer a queixa contra o companheiro, que foi autuado por porte irregular de arma de fogo. Após pagar fiança de R$ 730,00 ele foi liberado.
 
Espingarda calibre 28, porta cartuchos e munições apreendidas pela PM.  
 
APREENSÃO DE MUNIÇÃO 
Os policiais abordaram um Monza na manhã do dia 31, por volta das 8h, na Rua Henrique ParoPedreira. Na busca pessoal, o passageiro do veículo informou aos policiais que portava no bolso uma munição, calibre 22, que encontrou próxima a uma árvore. A voz de prisão em flagrante foi ratificada na delegacia e após o pagamento da fiança, no valor de R$ 730,00, o autor foi liberado
 
FURTO DE CELULAR 
Um celular Samsung Galaxy Win foi furtado no dia 4, na Av. Rui Barbosa - centro, enquanto o dono do aparelho, de 19 anos, treinava no campo de futebol do Colina Atlético
 
PORTES DE DROGA 
A Polícia Militar registrou duas ocorrências de porte de droga no Recinto na madrugada do dia 2. A primeira aconteceu por volta das 1h20, quando um menor de 17 anos foi flagrado portando uma cápsula de cocaína (1g). Os PMs também encontraram um grama de cocaína dentro de uma caixa de fósforo, que estava no bolso de um jovem, de 20 anos, revistado minutos depois, também no Recinto. Ele alegou que comprou a droga no local, de um desconhecido, por R$ 10,00. A cocaína foi apreendida e os envolvidos liberados

Postado em 08/02/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permissão negada in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57