Fred, atacante da seleção, morou em Colina no início da carreira

Fred e o colinense Bodão em momento de descontração no Aciaria, quando integravam a categoria de base. 

 

 Como os jogos da Copa serão disputados nas cidades sedes, que ficam longe da nossa pequena Colina, acreditamos que o mundial, a sensação do momento, não tem muita ligação com a gente
Mas, por incrível que pareça, Colina tem uma história antiga com o atacante Fred, da seleção brasileira, que muito tempo, no início da carreira, morou aqui com amigos e atletas  por quase dois meses
Para saber mais sobre essa história a reportagem procurou o atual coordenador técnico de futsal do município, André Michilini, responsável pela vinda do jogador a Colina
Esta história começou em 1999 quando André Michilini, que era gerente de futebol da divisão de base da Associação Atlética Aciaria, em Ipatinga-MG, criou um grupo para formação e venda de atletas. “O trabalho era garimpar os melhores jogadores para serem avaliados por clubes do Estado. Como ainda não existia a Lei Pelé, que passou a vigorar em 2001, a gente ganhava uma porcentagem quando a venda era concretizada. O projeto não deu certo e acabou sendo desativado algum tempo depois”, contou Michilini. Ele acrescentou, “naquela época acho que nem mesmo o Fred imaginava chegar tão longe, disputar uma Copa do Mundo no Brasil. A gente, que respira e vive futebol, tem faro para talentos, tanto que acreditei no seu potencial e o levei para fazer testes em outros clubes”, disse Michilini que de certa forma acreditou no seu potencial e foi um dos incentivadores da carreira do jogador, que hoje é celebridade nacional
TALENTO NATO 
André se lembra bem da primeira vez que viu o mineiro Fred jogando futebol. “Foi numa partida amistosa para preparação da Copa Nacional do Espírito Santo. Isso foi em 1998 e Fred era um dos jogadores da escolinha de futebol de Teófilo Otoni, que sediou a partida contra o Aciaria”. Ressaltou, “desde então fiquei de olho nele e algum tempo depois o convidamos para integrar o Aciaria. Um ano depois ele começou a treinar e foi inserido no campeonato mineiro juvenil”
No ano 2000 Fred passou num teste no XV de Piracicaba e quando André soube que o jogador estava treinando em campo de terra determinou a sua volta imediata para o Aciaria. “Fred foi reintegrado ao clube mineiro, então trouxemos um olheiro do América de Rio Preto que depois de uma semana de observação escolheu Fred e mais 3 jogadores. O grupo foi vendido por R$ 20 mil. O valor do passe do jogador, que 14 anos era R$ 5 mil, hoje é incalculável e vale milhões de dólares”. Acrescentou, “naquela época a divisão de base do América de Rio Preto era terceirizada para o empresário Edson Facina, de Americana, que investia em compra e venda de jogadores e está no ramo até hoje”
O jogador disputou o campeonato paulista e logo depois foi dispensado pelo América, então Fred regressou a Teófilo Otoni, sua terra natal. Depois de um tempo parado surgiu uma oportunidade, através de um amigo, para uma avaliação no América Mineiro. “Foi a partir daí que a carreira do jogador deslanchou. Com gols e atuações espetaculares nos vários campeonatos seu nome começou a aparecer e foi consagrado para o mundo do futebol”
André também foi responsável pela ida de vários colinenses para clubes de futebol, como Dan, Maicon, João Guilherme Caldeira, Gustavo Paro “Bambam”, Bizio, Rafael “Bodão”, Negão, entre outros. “De todos estes apenas Cleiton continua jogando no profissional”
PREDESTINADO A VENCER
Perguntando se Fred vai brilhar na Copa, André diz que “ele é um jogador predestinado a vencer, tanto que no amistoso contra a Sérvia foi o autor do gol que salvou o Brasil do empate. Ele era um atacante completo desde a divisão de base do Aciaria. Se a dupla Fred e Neymar brilhar o Brasil ganha a Copa, mas a grande barreira será à Alemanha”. Para ele Huck é o melhor jogador da seleção e peça fundamental para Felipão. “A aplicação tática dele é enorme e o que difere é que joga para o time”. 
BOAS RECORDAÇÕES
Os irmãos Guilherme e Rafael “Bodão”, que gentilmente cederam as fotos que ilustram essa reportagem, lembram com carinho de Fred, no tempo que esteve em Colina. “Ele merece tudo que conquistou, inclusive a vaga de titular da seleção. O Fred batalhou muito é merece a fama de craque do futebol”, declaram os irmãos que têm saudades dos velhos tempos vividos com o jogador e desejaram que ele seja o artilheiro do mundial
É muito bom para nós, colinenses, saber que um jogador da seleção esteve aqui, tão pertinho de nós e que um conjunto de fatores, como destino, sorte e talento o fez chegar onde está. Como todos os corações brasileiros, o nosso também estará em campo com o Brasil e depois de conhecer essa história, como a do Fred, iguais a tantas outras de sucesso dos nossos craques, desperta o desejo de torcer para que a nossa seleção conquiste o hexacampeonato.. O Brasil estreia hoje, às 17h, contra a Croácia. Boa sorte Brasil!!! 

Fred no início da carreira com colinenses que como ele também jogavam no Aciaria de Ipatinga.

O atacante Fred é esperança de gol na seleção

Michilini, com as fotos em mãos, atesta que o garoto Fred demonstrava talento para o futebol

 

Anúncio:

 

 

 


Postado em 14/06/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permissão negada in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57