RECORDAR É VIVER 

ZEZINHO FIGUEIROA: um craque que deixou saudades 

A foto registra um raro momento do time que jogava nas fazendas de Colina e região na década de 70. Em : Aristides Giacometti, Toninho Andrade, Roberto Ivanof, Alcides Ivanof, Zu Modesto e Décio Lopes. Agachados: Cadan, Aírton Sanfoneiro, Chiquinho, Zezinho Figueiroa, Cidinho Catireiro e Silval de Bello. 

O tempo é implacável para quase tudo porque não é eficaz quando se trata das lembranças que trazemos conosco, aquelas que sempre nos dão muitas saudades
É esse sentimento que o eletricista José Fermino Neves “Zóinho” traz consigo do tempo em que acompanhava o time que jogava futebol pelas fazendas de Colina e região. A foto que ilustra esta matéria foi fornecida por ele, que ficou vidrado quando deu de cara com a imagem durante o serviço que realizava na casa de um amigo, que também faz parte dela, cerca de 2 anos
“Essa foto foi tirada na Fazenda São Joaquim 42 anos e não é uma raridade somente pelo tempo, mas por talvez ser a única desta época que traz tantas recordações”, declarou Neves que jogava nadivisão. O time da foto era o titular das competições rurais
O que esta foto tem de tão especial? Quem é mais novo, com certeza, não vai reconhecer todos os jogadores. Mas quem viveu na época lembra bem deste time, inclusive do craque Zezinho Figueiroa, o único falecido e que, na foto, está ao lado do irmão Cidinho Catireiro.  
“O Zezinho foi o único que seguiu carreira no futebol. Ele era o meu melhor amigo e a intimidade dele com a bola surpreendia quem o via jogar. Logo seu talento o levou para times maiores e se não tivesse morrido tão cedo teria se tornado um ídolo do futebol”, disse.
O zagueiro central José Joaquim Alves “Zezinho Figueiroa” nasceu em Colina em 1952 e morreu EM 1986, um mês antes de completar 34 anos, quando começava a ter sucesso como jogador. Ele sofreu um aneurisma cerebral enquanto treinava na Inter de Limeira.
O craque colinense começou a jogar nas categorias de base do Colina Atlético e, em 1975, atuou no Barretos e, no ano seguinte, foi para o Itumbiara de Goiás. Defendeu o Cruzeiro mineiro tornando-se um dos jogadores que mais partidas disputou pelo clube, participando de 305 jogos entre 1977 e 1983. Em 1977 foi campeão mineiro pelo Cruzeiro. Antes do Internacional de Limeira, também foi cedido ao Internacional gaúcho (1979) e Vasco da Gama do Rio de Janeiro (1981). 

 

O jogador foi sepultado em Colina e muitos anos após a sua morte foi homenageado. O campo da Nova Colina, que foi reformado e inaugurado em 2012 pela Administração Municipal, recebeu o seu nome
 
 
Anúncio:


Postado em 02/08/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permissão negada in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57