REPORTAGEM ESPECIAL

Família de beija-flores homenageia a chegada da primavera

Paula Trotta

A natureza nos presenteia com espetáculos que podem ser percebidos por quem tem olhos para admirá-la. Às vezes nem precisamos desviar o olhar porque o presente é colocado em nosso caminho, como o que tivemos o privilégio de registrar e contamos a partir de agora.
Tudo começou há quase um mês, quando a reportagem deparou com um ninho de beija-flor feito num vaso. A cena da ave, a única da natureza capaz de voar em marcha ré e de permanecer imóvel no ar, deixou-nos em estado de graça. Resolvemos acompanhar o desenvolvimento dos dois ovinhos chocados no minúsculo arranjo, feito entre os finos galhos da planta.
Por várias vezes pudemos estar bem perto da mamãe beija-flor que, cuidadosa, não saía do ninho e até parecia fazer pose para as lentes da câmera que registravam cenas incríveis que ilustram bem o que é o instinto protetor.
Depois de alguns dias de muita paciência e dedicação, o pássaro finalmente pode ver os filhotes, que de tão frágeis pareciam nem ser reais. A ave desdobrava-se no cuidado de aquecê-los e alimentá-los, o que a deixava ausente por alguns momentos do dia.
O tempo foi passando, os filhotes cresceram e já quase não cabem no ninho, que mostrou ser bem resistente. As fibras vegetais e outros materiais usados na construção foram juntados com tal capricho que dá a impressão que a ave usou uma linha para bordá-los tão ajustados, firmes e perfeitos.
Os filhotes são bem pequeninos, mas o bico alongado evidência a característica da espécie que se alimenta do néctar das flores. A mamãe beija-flor agora fica mais tempo longe porque já não cabe no ninho mas, várias vezes ao dia, retorna para levar alimento aos filhotes, que já estão maiores e logo começaram a ter as primeiras lições de voo.
Com apenas alguns centímetros a espécie encanta pelos tons metálicos da plumagem e a rapidez do batimento das asas, que permite que paire que no ar sem se mover do lugar. Decidimos não revelar o lugar do ninho, para não incomodar as aves que logo vão abandoná-lo para viver na natureza.
Tivemos o privilégio de ficar bem próximos da família de beija-flores durante todos esses dias. Queremos usá-la como um presente para você leitor e também homenagear a chegada da primavera na próxima terça-feira, dia 23, que vai encher de vida a natureza. Fique atento, você também pode se surpreender se estiver sensível a contemplação.

Acompanhamos várias fases do crescimento dos filhotes, que logo começarão a voar.

 

Anúncio:


Postado em 20/09/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:9.279
Ontem:
Total:9.279
Recorde:9.279
Em - 17/11/19