Dia 05 - Quinta-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Faz. Suco 

Dia 06 – Sexta-feira

16h – Missa na capela do Asilo S. José

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Faz. Monte Belo  

Dia 07 – Sábado  

INICIO DA FESTA DE SÃO JOSÉ – no Lar Paroquial

19h – Missa na Matriz

Dia 08 – Domingo

FESTA DE SÃO JOSÉ NO LAR PAROQUIAL

08h – Missa na Matriz  

09h30 – Missa com as Crianças na Matriz

19h – Missa na Matriz

Dia 10 – Terça-feira

19h30 – Via Sacra saindo da Matriz até a comunidade S. Francisco de Assis – Jd. Hipico

Dia 11 – Quarta-feira

19h30 -  Missa com Novena na Matriz

20h – Reunião com os Ministros da Eucaristia

“DESTRUI ESTE TEMPLO, E EM TRES DIAS

EU O LEVANTAREI” - JO 2,19

O Evangelho neste próximo domingo nos fala da expulsão dos vendilhões do templo. Somos convidados a viver o minério da restauração do ser humano em Cristo a partir do símbolo do templo. Também para Jesus, como bom judeu, o templo de Jerusalém constituía um lugar sagrado, devotado a Deus. Desrespeitá-lo significava desrespeitar o próprio Deus, pois templo significa a presença de Deus entre os seres humanos, lugar onde habita Deus.

Comparando com os outros evangelistas, percebemos que João dá um sentido diferente a purificação do templo antecipando-a e carregando-a de sentido simbólico referindo-o a morte e ressurreição de Jesus.

Jesus se encandaliza com a decadência do culto e mostra que a verdadeira habitação de Deus entre os seres humanos é ele mesmo, o seu corpo ressuscitado, que é o novo templo. Assim, quem desrespeita o templo está desrespeitando a sua pessoa, o próprio Deus e toda pessoa humana chamada a ser templo de Deus. Doravante, o culto estará ligado a Jesus o verdadeiro Templo. Jesus profetiza sobre uma prática religiosa ligada a justiça e á realização plena do seu Reino, e anuncia a sua ressurreição.

Conforme tradição dos profetas, a prática da religião, o culto só são verdadeiros se promoverem a vida e a liberdade de cada uma e de todas as pessoas. Com o gesto da expulsão dos vendilhões do templo, Jesus Inaugura o tempo messiânico, no qual o culto estará plenamente isento da exploração do povo.

Pe. José Roberto Alves Santana

Pároco


Postado em 06/03/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permission denied in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57