À Virgem Santíssima

Cheia de GraçaMãe de Misericórdia 

N'um sonho todo feito de incerteza
De nocturna e indizível ansiedade
É que eu vi teu olhar de piedade 
E (mais que piedade) de tristeza... 

Não era o vulgar brilho da beleza
Nem o ardor banal da mocidade... 
Era outra luz, era outra suavidade
Que até nem sei se as na natureza... 

Um místico sofrer... uma ventura 
Feita do perdão, da ternura 
E da paz da nossa hora derradeira... 

Ó visão, visão triste e piedosa
Fita-me assim calada, assim chorosa... 
E deixa-me sonhar a vida inteira

Antero de Quental, in "Sonetos"


Postado em 25/07/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:2.957
Ontem:
Total:2.957
Recorde:2.957
Em - 19/12/18