Cavalgada foi adiada como medida preventiva, assegura EDA

Recinto Municipal não pode, por enquanto, sediar a cavalgada por orientação da Defesa Agropecuária.

A 8ª Cavalgada da Providência Santíssima, que seria realizada na manhã deste domingo, como parte das comemorações do “Sete Sertanejo”, precisou ser adiada por determinação do Escritório de Defesa Agropecuária.

O diretor do EDA, Paulo Fernando de Brito, concedeu entrevista à reportagem e explicou os motivos que levaram o órgão a decretar a interdição do Recinto Municipal, ponto de partida e chegada da tradicional cavalgada.

Brito informou que no início do mês de agosto alguns cavalos pertencentes aos cavaleiros olímpicos da região, que ficam alojados em Colina, estiveram no Complexo  Militar de Deodoro, no Rio de Janeiro, participando do evento-teste das provas de hipismo das Olimpíadas de 2016. Ocorre que meses antes, nas proximidades do Complexo Militar, que na verdade abriga o Centro Olímpico de Hipismo, um cavalo foi diagnosticado com mormo, uma doença infectocontagiosa que acomete cavalos.

Segundo consta esta enfermidade foi considerada extinta no Brasil em 1968, porém estudos sorológicos, realizados em 2000 detectaram  a presença da doença em alguns estados do país.

O diretor do EDA informou que foram realizados os exames de sangue em todos os animais que estão no Recinto e nada foi detectado. Disse porém  que, “em quatro animais os exames foram inconclusivos, então decidimos  realizar novos exames. A coleta de sangue foi feita na última quinta-feira e o resultado demora alguns dias, portanto como medida preventiva determinamos a interdição no Recinto até a conclusão do caso”. Acrescentou, “não existe nenhum animal com a doença em Colina, apenas decidimos pela interdição como medida preventiva, conforme orientação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento”.

MEDIDAS SANITÁRIAS

As medidas de prevenção estão sendo adotadas rigorosamente, conforme  orientação do EDA. O secretário Marcelo Pinto Neto informou que diferente de anos anteriores, quando o Recinto acolhia algumas comitivas com direção a Barretos, este ano ficou terminantemente proibido o ponto de pouso para os cavaleiros.

Pinto Neto confirmou a realização dos shows na noite de sábado e no domingo pela manhã com o ato cívico, passeio ciclístico, apresentações culturais. Também está confirmado o almoço queima do alho com leilão de prendas e os shows sertanejos no período da tarde.

Os dirigentes da Providência Santíssima informaram que tão logo a situação seja regularizada, será marcada uma nova data para a tradicional cavalgada.

Tão logo o Recinto seja liberado pela Defesa Agropecuária será remarcada a tradicional cavalgada.


Postado em 05/09/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:10.535
Ontem:
Total:10.535
Recorde:10.535
Em - 15/11/19