Indiferença

Hoje, voltas-me o rosto, se ao teu lado
passo. E eu, baixo os meus olhos se te avisto.
E assim fazemos, como se com isto,
pudéssemos varrer nosso passado.

Passo esquecido de te olhar, coitado!
Vais, coitada, esquecida de que existo.
Como se nunca me tivesses visto,
como se eu sempre não te houvesse amado

Mas, se às vezes, sem querer nos entrevemos,
se quando passo, teu olhar me alcança
se meus olhos te alcançam quando vais.

Ah! Só Deus sabe! Só nós dois sabemos.
Volta-nos sempre a pálida lembrança. 
Daqueles tempos que não voltam mais!

Guilherme de Almeida


Postado em 05/09/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permissão negada in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57