Sistema Ponto a Ponto reduz bastante o custo do pedágio

Se implantado na Faria Lima colinense pagaria cerca de R$ 6,48 de ida e volta a Barretos

O valor injusto do pedágio para ir a Barretos pode vir a ser corrigido com o Sistema Ponto a Ponto.

O jornal O COLINENSE entrou em contato com a assessoria de imprensa da ArtespAgência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – para saber se é possível implantar o Sistema Ponto a Ponto no trecho entre Colina e Barretos.

Este sistema foi implantado em quatro rodovias paulistas e consiste em cobrar o pedágio com base no trecho percorrido pelo usuário. Portanto é uma forma justa de cobrança pelo uso da rodovia.

Segundo levantamento da Artesp, 89,2% dos motoristas avaliaram como justa a cobrança por trecho percorrido. Considerando o valor máximo cobrado por quilômetro, que hoje é de 18 centavos, uma viagem entre Colina a Barretos, ida e volta, o motorista pagaria cerca de R$ 6,48 de pedágio. Bem menos do que se paga hoje R$ 15,20.

PEDÁGIO CARO

É constante a reclamação dos motoristas colinenses que precisam ir a Barretos com frequência e têm que pagar R$ 15,20 pelo trecho de cerca de 36 quilômetros de ida e volta. Para muitos a cobrança é injusta, que o pedágio está na “porta” de nossas casas e pagamos a tarifa  cheia, mesmo utilizando apenas parte da rodovia.

A Concessionária Tebe é responsável por 47,034 quilômetros da Rodovia Brigadeiro Faria Lima. O trecho tem início em Bebedouro (km 379,266) e vai até pouco depois de Barretos (km 426,300). Portanto, nós colinense utilizamos um pouco mais de 1/3 do trecho quando vamos a Barretos e mesmo assim pagamos a tarifa cheia do pedágio. O Sistema Ponto a Ponto veio justamente para corrigir esta injustiça.

A reportagem indagou a Artesp qual a quilometragem estabelecida entre um pedágio e outro? E também se ao pagar a tarifa de R$ 7,60 teríamos o “direito” de percorrer qual distância?

A agência respondeu que, “nas rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, o cálculo das tarifas de pedágio é feito utilizando-se o conceito de tarifa quilométrica. Em cada rodovia o usuário paga um determinado valor por quilômetro (tarifa quilométrica) que varia entre 11 a 18 centavos, sendo as de pista simples as mais baratas e os sistemas rodoviários as mais altas, pois são consideradas as diferenças de custos de ampliação e operação das vias. Assim, cada praça de pedágio efetua a cobrança de um determinado trecho de rodovia colocado à disposição dos usuários”. Disse ainda que, “a cobrança da praça de pedágio instalada no km 407 da SP-326 se refere aos 47,034 quilômetros sob concessão da Tebe nessa rodovia. O trecho sob concessão da Tebe na SP- 326 vai do km 379,266 ao km 426,300”.

Também perguntamos se pode ser instalado o Ponto a Ponto entre Colina e Barretos e o que deve ser feito para tanto? “A implantação do Ponto a Ponto depende da realização de estudos que apontam desde a origem-destino dos usuários no trecho onde se pretende instalar o projeto até os possíveis locais para instalação dos pórticos necessários para o funcionamento do sistema”, respondeu a assessoria da Artesp.

A Tebe também foi questionada, por escrito, sobre a possibilidade da implantação do Ponto a Ponto. A Concessionária não respondeu as perguntas e disse que o assunto compete à Artesp.

QUATROS RODOVIAS TEM O PONTO A PONTO

A Artesp informou que no Sistema Ponto a Ponto a cobrança é feita eletronicamente, sem a manipulação de dinheiro. Para tanto são instalados pórticos fixos em pontos estratégicos nas rodovias.

Nestes portais antenas e leitores que funcionam na mesma frequência que o tag (chip eletrônico) que é fixado nos veículos  (tipo Sem Parar). Ao passar por um pórtico, os leitores reconhecem o dispositivo instalado no veículo, fazem sua leitura e o valor é automaticamente debitado dos créditos que o usuário possui.

Em 2012 foi instalado na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360) que liga Itatiba a Jundiaí e na Rodovia Santos Dumont (SP-75), que liga Campinas a Sorocaba. Em 2013 foi implantado na Rodovia Governador Adhemar Pereira de Barros (SP-340), que liga Campinas a Mococa  e no ano passado entrou em vigor na Rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332) que atende os moradores de Engenheiro Coelho, Arthur Nogueira, Cosmópolis, Paulínia e Conchal. Segundo a Artesp, somando as adesões das 4 rodovias  mais de 65 mil cadastrados no Sistema Ponto a Ponto.

SE TEMOS DIREITO, DEVEMOS REIVINDICÁ-LO

Se estamos sendo lesados pagando por aquilo que não usamos, temos sim o dever de reivindicar nossos direitosOs colinenses dependem muito de Barretos por conta dos serviços de  saúde, como Santa Casa, Hospital de Câncer, AME, médicos especializados, exames de alta complexidade, emprego e serviços diversos o que faz com que dezenas de pessoas se desloquem para a cidade vizinha diariamente.

Este pedido deve encontrar ressonância em 100% dos colinenses. Portanto, cabe as nossas autoridades constituídas solicitarem, com o devido empenho, que a Artesp, órgão ligado ao Governo Estadual, proceda o devido estudo para saber a viabilidade da implantação. Quem sabe esta tarifa injusta não poderá ser corrigida pelo Ponto a Ponto.

Outra alternativa, que muito tempo foi sugerida, é que a concessionária  ou o Estado, ou ambos, em conjunto com o município, asfaltem a estrada municipal “boiadeira”, o desvio do pedágio e mantenha a isenção do pedágio municipal aos veículos colinenses.

Cabe ressaltar que não se discute os benefícios que a privatização das rodovias oferecem aos motoristas, como estradas bem conservadas, sinalização e total assistência. Porém gostaríamos de pagar apenas o que é justo.

Para obter mais informações sobre o Sistema Ponto a Ponto acesse o site: www.artesp.sp.gov.br

Veículo passa por pórtico do Sistema Ponto a Ponto em rodovia paulista.


Postado em 03/10/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:10.617
Ontem:
Total:10.617
Recorde:10.617
Em - 17/11/19