Morre-se por...

Com o tempo as pessoas vão morrendo. A morte do corpo, chega para todos em algum momento da vida. Todavia, alguns em vida, agregam outras mortes que exalam odores duvidosos e mata a existência num piscar de olhos. Morre-se por causa do egoísmo. Por exagero de pudor. Pela bisbilhotice aguda que lança mentiras. Pelas preocupações desnecessárias que enruga a alma. Pelas críticas ácidas que não constroem nada.

Morre-se pela avareza. Pelo tédio. Pela displicência. Em meio a névoas das paisagens, morre-se pela cegueira de não enxergá-las. Morre-se prematuramente pela falta de encarar a vida com simplicidade. Morre-se por falsas deduções. Por exagero de ocupações. Morre-se pelo tédio. Pela falta de perdão. Por abortar os sonhos com a extrema realidade. Pela falta de coragem para o enfrentamento das situações adversas.

Morremos diariamente pelo excesso de formalidade. Por vivermos espremidos em ideias e códigos estúpidos. Pelo preconceito que afasta todos os outros e subtrai a tolerância e o respeito. Pelos incômodos adereços supérfluos que nos faz pensar em superioridade. Pela covardia silenciosa que nos faz abandonar o outro em seu apocalipse solitário.

Morre-se de autoflagelamento pelos erros involuntários. Afogado nas lembranças sem permitir seguir em frente. Pela desarmonia interior. Pelo imenso falatório e a falta do exercício de prática.

Morre-se por subtrair afeto, somar intrigas, multiplicar dores.

Embora vivo, morre o tolo, o arrogante, o impiedoso, o fútil, o preguiçoso, o irado. E nessa equação, morre quem vive de tarja preta para a vida, sem necessariamente precisar morrer o corpo.

Ita Portugal


Postado em 04/12/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permission denied in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57