Poema do Alzheimer

Não me peça para lembrar,

Não tente me fazer entender.

Deixe-me descansar

e saber que você está comigo.

Beije minha face e segure minha mão.

Estou confuso além da sua compreensão.

Estou triste, doente e perdido.

Tudo que sei que é preciso

que você esteja comigo a todo o custo.

Não perca a paciência comigo.

Não xingue nem maldiga meu pranto.

Não posso evitar o jeito como estou agindo,

Não para mudar, ainda que eu tente.

Basta lembrar que eu preciso de você,

Que o melhor de mim se foi.

Por favor, não deixe de ficar ao me lado.

Dê-me seu amor

até que minha vida se acabe.

Desconhecido


Postado em 19/02/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:646
Ontem:5.896
Total:6.542
Recorde:5.896
Em - 16/10/18