Soneto do outono

A brisa fresca vai passando
jogando folhas amarelas pelo chão
os pássaros vão para os seus ninhos
início de outono, fim de verão.

As flores escasseiam nos jardins
fica pesado o ar que era puro
e os pomares carregados
cheios de fruto maduro.

Outono, início do frio
começo de uma estação
traz na alma o arrepio

a dor da desilusão
desespero da saudade
tormento de um coração.

Isabel Camargo Pontes


Postado em 06/05/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.504
Ontem:
Total:1.504
Recorde:1.504
Em - 14/12/18