CONHECENDO HISTÓRIA

A educação, moral e ética, e de convivência dos colinenses, foi moldada por vários fatores:

Influência, dos moradores da Fazenda Mandaguari, que com seus 1 milhão de pés de café, requeria muita mão-de-obra; e o seu proprietário (Cel. Luciano Nogueira), com muita visão montou uma escola para seus funcionários; sendo o primeiro diretor, e futuro secretário de Estado da Educação, o Sr. Sud Menucci.

Influência, das 3 filhas do Cel. José Venâncio Dias. Uma, a Alice, faleceu solteira. As outras duas, foram muito bem casadas. A Helena, com o Sr. Eduardo Rocha Passos, não tiveram filhos; e a 3ª Mariana, viúva do Dr. Lamounier de Andrade. As três sobrinhas do Cel. Luciano Nogueira.

Influência, dos filhos do João da Onça e sua esposa Dona Ignácia, sendo um de seus filhos o nossoprefeito, “Antônio Junqueira Franco”, e seu outro filho Antenor Junqueira Franco, sócio fundador, 1° presidente do Club Hípico de Colina, e mais outros 8 irmãos, filhos de Dona Ignácia.

Influência, dos moradores da Fazenda do Estado, “Coudelaria Paulista”, que teve comodiretor um Cel. da Cavalaria Austríaca e outros excelentes diretores, chegando até os dias de hoje com este mesmo escol de pessoas.

 E outras influências que moldaram a nossa educação.

Como Colinense e sócio do Club Hípico; fiquei surpreso e indignado com o termo usado na reportagem do “O Colinense”, referente ao Polo. Prefeitura requer área invadida pelo Club Hípico”

O Club foi fundado em 1926, e em 1927, foi passada a escritura. Nós somos poucos sócios, e nenhum entre nós é invasor. Respeitamos os bens alheios.

A própria prefeitura desconhecia essa irregularidade; tanto que na administração do Dieb, foi pago uma quantia para passar o esgoto por baixo do terreno de Polo.

O que não é aceito, por mim, é o termo “área invadida”, usado pela reportagem.

Se foi cópia de uma declaração do prefeito, além de ser, em duplicidade o uso indevido, deixou de ser reportagem e sim entrevista. Agora me pergunto; com intenção de conhecer história: O entrevistado, Sr. Prefeito, não reconhece o Polo como influenciador, na formação de educação de convivência? E na educação moral e ética? E na sustentabilidade dos seus funcionários?

Sr. Prefeito, o Sr. não reconhece o Polo como criador de nossa história?

Na formação do Regimento de Cavalaria Rio Pardo, durante a Revolução Constitucionalista de 1932, o nosso Club Hípico foi o grande arquiteto desse feito, Antenor Junqueira Franco, arrigementou 800 animais, que foram embarcados por Colina.

As conquistas esportivas do Polo (Club Hípico) somam na gualhardia do município.

São 90 anos de história Sr. Prefeito; sem merecer, nunca, ser chamado de Invasor.

José Cantídio Junqueira de Almeida


Postado em 06/05/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:8.330
Ontem:10.849
Total:19.179
Recorde:10.849
Em - 18/11/18