TRE não acata recurso de Dieb que recorre ao TSE

O Tribunal Regional Eleitoral julgou improcedente o recurso do candidato a prefeito Dieb Taha na última sexta-feira, dia 14, por 4 votos a 3. Após a decisão o advogado do candidato, Luiz Manoel Gomes Júnior, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.

A impugnação do candidato a prefeito foi proposta pelo grupo de oposição e aceita pelo juiz local, dr. Leopoldo Vilela de Andrade da Silva Costa. Dieb recorreu da decisão junto ao TRE antes da eleição. Depois de vencer a eleição o seu advogado de defesa fez sustentação oral no TRE, no último dia 7 e também anexou a expressiva votação obtida pelo candidato no dia 2 de outubro. Após a sustentação oral o desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin (corregedor) pediu vista do processo.

SEM PROVIMENTO

No final da tarde de sexta-feira, 14, quatro dos sete desembargadores do TRE votaram contra o recurso do candidato e consequentemente mantiveram a decisão do juiz local, que impugnou a candidatura de Dieb. Agora o processo será analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral, instância máxima da justiça eleitoral.

NOVA ELEIÇÃO

Se o recurso não for aceito pelo TSE, Colina terá nova eleição para prefeito. Um caso inédito no município. Isso ocorre porque os votos obtidos pelo candidato Dieb, somados aos nulos, superam 50% do número de eleitores.

MARGEM MAIOR

Conforme contestação de alguns leitores após a divulgação dos resultados das eleições, se desconsiderarmos os votos brancos e nulos o percentual obtido por Dieb salta para 66,52% dos votos e Tutu passa para 33,47%.

Colina vive um episódio atípico com a possibilidade de nova eleição para o Executivo e isto virou destaque na mídia regional.


Postado em 15/10/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:4.528
Ontem:2.867
Total:7.395
Recorde:4.528
Em - 16/11/18