Médicos são afastados do hospital

Depois da instauração de inquéritos policiais pela Delegacia de Polícia de Colina, o Ministério Público denunciou dois médicos colinenses que atuavam no Hospital José Venâncio por crime de corrupção passiva. Segundo consta, o crime estaria relacionado ao recebimento por parte dos médicos de vantagens indevidas ao cobrar de pacientes internados pelo SUS.

A reportagem encaminhou entrevista ao promotor de justiça, Matheus Botelho Faim, solicitando informações detalhadas sobre o caso. O titular do Ministério Público forneceu a seguinte resposta: “Referente à apuração da responsabilidade criminal de médicos ao exercício da função perante o hospital municipal, trata-se de processo em curso que, para preservação da instrução processual e das pessoas envolvidas, não serão objeto de qualquer divulgação pelo Ministério Público, vez que ainda não se encerrou. Ademais, durante a instrução criminal, os réus permanecem afastados da função pública e impedidos de ingressar no hospital por determinação do Tribunal de Justiça de São Paulo”.

Também solicitamos informações junto à Diretoria do Hospital José Venâncio que respondeu: “a Diretoria do Hospital não vai se manifestar sobre o caso, pois o mesmo tramita em segredo de justiça”


Postado em 11/11/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:8.560
Ontem:2.867
Total:11.427
Recorde:8.560
Em - 16/11/18