Público fez diversos questionamentos em audiência

Público presente à Câmara para audiência sobre o orçamento.

A Câmara realizou na tarde de segunda-feira a 2ª reunião para discussão do projeto de lei, de autoria do Executivo, que estima a receita e fixa a despesa em R$ 68.800.000,00 para 2017. A audiência começou pontualmente às 15h e os questionamentos do público foram seguindo um atrás do outro e a reunião se prolongou até por volta das 16h30.

Como na primeira audiência, realizada no dia 26 de outubro, foi registrada a participação de munícipes e dos representantes do Movimento Popular Colina, que bombardearam o secretário de finanças, Paulo César Del’Angelo (foto) e a presidente Edinalva de perguntas e esclarecimentos, principalmente relacionados aos valores destinados a determinadas secretarias. Também foi solicitada explicação sobre de onde são provenientes os recursos dos vários tipos de receitas.

Os participantes também criticaram a presença de apenas três vereadores (Edinalva, Zaía e Jovino) e até solicitaram que as próximas audiências fossem marcadas à noite para também facilitar a participação do público. O secretário de finanças disse que, “estou na prefeitura 33 anos e essa é a 2ª audiência que tenho quórum porque antes nunca teve”.

“Se o município arrecada mais que gasta sobra um recurso de receita que será usado através de lei. O superávit financeiro vai aumentar o orçamento para o ano seguinte que será utilizado quando for conveniente à administração”, esclareceu Del’Angelo.

Também foi informado ao público que o acompanhamento do dia a dia da administração pode ser consultado no site do Portal da Transparência, que existe 5 anos.


Postado em 03/12/2016
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:6.274
Ontem:
Total:6.274
Recorde:6.274
Em - 21/11/18