Macaco é encontrado morto na Fazenda do Governo

Um funcionário do Polo Regional Alta Mogiana (Fazenda do Governo) encontrou um macaco, da espécie sagui, morto na estrada na segunda-feira, dia 30 e avisou a Secretaria Municipal de Saúde que, imediatamente, foi até o local para recolher o animal, encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, em Ribeirão Preto, para análise que vai revelar se o bicho morreu de febre amarela. O resultado deve ser divulgado entre 20 e 30 dias.

A doença tem preocupado que o número de casos e de mortes tem aumentado. O Estado de São Paulo confirmou 6 óbitos pela doença e Minas Gerais enfrenta um surto de febre amarela.

O macaco é o primeiro encontrado morto na cidade, mas na região foram dois casos, em Severínia e Cajobi, inclusive com a confirmação que morreram com o vírus da febre amarela.

“Antes mesmo do aparecimento do macaco morto na nossa região, estamos tomando todas as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde em relação à prevenção da febre amarela, que é a vacinação para pessoas não imunizadas e orientação nas áreas rurais para a comunicação o mais rápido possível em caso de aparecimento de macacos mortos; além da intensificação devido aos períodos de chuva no controle e combate ao mosquito vetor da febre amarela na zona urbana que é o Aedes aegypti”, esclareceu a secretária de Saúde, Dra. Sadia Ferreira.

A vacinação contra febre amarela continua e desde o início do ano 1.630 pessoas foram imunizadas, sendo que deste total 280 doses foram aplicadas nos dos dias que a UBS da Vila Fabri funcionou em horário ampliado, até às 20h. A vacinação também está sendo realizada na ESF do Nosso Teto.


Postado em 04/02/2017
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:6.073
Ontem:
Total:6.073
Recorde:6.073
Em - 21/11/18