Presos de Severínia são transferidos para cadeia de Colina

Grupo de Operações Especiais fazem a transferência de presos para Colina. O Diário

A cadeia de Colina recebeu 13 presos de Severínia que chegaram na manhã do último dia 24, sendo 11 maiores e 2 adolescentes.  A transferência foi feita pelas equipes da Seccional de Barretos já que a cadeia de Severínia foi desativada, enquanto a de Colina passou por adequações com a transferência das presas no último dia 1º para a cadeia de Viradouro. Depois de recolher detentas do sexo feminino por mais de cinco anos, a cadeia colinense agora passa novamente a abrigar presos homens.

A cadeia de Colina também passa a ser de transição. “O maior número de celas (6), as melhores condições de segurança e a proximidade com a Comarca de Barretos, onde se detém um maior número de pessoas e com o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Taiúva foram determinantes para que a cadeia de Colina voltasse a receber detentos do sexo masculino”, declarou o delegado Seccional Edson João Guilhem à imprensa.

A cadeia de Colina passou a ser feminina em 30/11/2011 quando as presas de Jaborandi foram transferidas para cá. A cadeia feminina de Jaborandi precisou ser evacuada devido a uma epidemia de tuberculose que foi o pivô da interdição judicial.

O delegado também explicou que a Seccional de Barretos recolhe presos em três Centros de Detenção Provisória: Franca, Icém e Taiúva. “Os da Comarca de Guaíra são transferidos para o CDP de Franca; os de Olímpia para Icém; Barretos e Colina para Taiúva. Fizemos sugestões à SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) para que se unificasse a recolha em um único CDP, pois facilitaria e muito as escoltas de ingresso no CDP e de audiências de custódia”.

MUDANÇAS EM VIGOR

A transferência de presos para Colina e outras mudanças administrativas, adotadas em duas cadeias e em algumas das 20 unidades policiais da área de abrangência da Seccional de Barretos, que já estão em vigor, foram anunciadas pela Polícia Civil no início de março. Dentre elas está a centralização de atendimento de ocorrências. Os policias militares que estiveram trabalhando à noite, finais de semana e feriados têm que se deslocar a Barretos com o(s) autor(es) para apresentar o flagrante. Com isso o patrulhamento da cidade fica prejudicado. Foi o que aconteceu no final de semana quando da apresentação de uma ocorrência de tráfico que durou quase a noite toda.

As medidas foram adotadas devido a carência de policiais, que aumentou com as aposentadorias. A reposição no quadro não está acontecendo na mesma cadência, o que reduziu o número de profissionais. As autoridades municipais receberam reclamações neste sentido e buscam alternativas para o problema.


Postado em 01/04/2017
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permission denied in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57