Presidente da Câmara pede afastamento após citação em delação

Executivo da JBS cita taxa de R$ 3 milhões para beneficiar partido Solidariedade

O vereador Leandro Anastácio (SD) pediu afastamento por 30 dias de suas funções legislativas para tratar de  interesses particulares. Em nota, a Câmara informou que o requerimento número 732/2017  deverá ser colocado em votação na sessão ordinária do dia 29 de maio. O pedido ocorreu após a divulgação da delação do executivo da JBS, Ricardo Saud, que apontou envolvimento de empresa de ônibus Nando’s Transportes – que está em nome de sua mãe Arlete Fátima da Silva Anastácio -  com caixa dois no valor de R$ 3 milhões para o partido Solidariedade.

A vaga de Leandro Anastácio será ocupada pelo médico Kiko Miziara (PV), primeiro suplente da coligação “De mãos dadas por Barretos”, composta pelos partidos PDT, PRB, PV e Solidariedade. Kiko obteve 674 votos na eleição de outubro de 2016. Na mesa diretora, assume a presidência o vereador Luis Paulo Vieira, o Lupa (DEM), atual vice-presidente do Legislativo. Já o cargo de vice-presidente ficará vago durante o afastamento de Leandro. A reportagem entrou em contato com o vereador Leandro Anastácio e com o sindicalista Luiz Carlos Anastácio (Paçoca) e ambos informaram que irão se inteirar dos fatos antes de se pronunciarem sobre a delação do executivo da JBS.

DECISÃO: Vereador Leandro Anastácio pediu licença por 30 dias. Janio Munhoz

Fonte: Jornal O DIÁRIO de Barretos


Postado em 26/05/2017
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:239
Ontem:
Total:239
Recorde:239
Em - 19/11/19