Dia 15 – Quinta-feira – CORPUS CHRISTI

16h – Missa na Comunidade Santa Luzia e depois procissão até a matriz. Doações de alimentos não perecíveis e cobertores

Dia 16 – Sexta-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. de Fátima – Faz. Colina

Dia 17 – Sábado

19h – Missa na matriz

Dia 18 – Domingo       

08h – Missa na matriz

09h30 – Missa com as crianças na matriz

10h30 – Batizados na matriz

15h – Missa na Comunidade São José – Faz. São José

19h – Missa na matriz

Dia 20 – Terça-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Patrimônio

Dia 21 – Quarta-feira

19h30 – Missa com Novena de N. Sra. Perpétuo Socorro na matriz

20h – Reunião dos catequistas com a Equipe Diocesana

POVO CHAMADO A SER SACERDOTES NO SERVIÇO

É muito difícil a compreensão das nossas assembleias eucarísticas com relação ao tema do sacerdócio comum dos fiéis. Isto porque as nossas catequeses não são bem preparadas e também porque a grande massa celebrativa parece não estar muito voltada à sua essência de povo sacerdotal.

A convicção de que somos um povo eleito foge à compreensão de muitos por motivos vários da experiência humana.

Ser povo sacerdotal é estar em contínua cooperação com o sacerdócio de Cristo. Ele dá sentido ao sacerdócio dos batizados, cada um com suas capacidades de cooperação na Igreja.  Ser povo sacerdotal é ser povo que intercede uns pelos outros, serve à maneira de Cristo e concelebra com Ele.

Com diferenças específicas entre o sacerdócio ministerial, isto é, os que são constituídos para serem diáconos, padres e bispos, o povo de Deus – os leigos e leigas – não estão distante na colaboração da mediação de Cristo.

Pe. José Roberto Alves Santana

Pároco


Postado em 16/06/2017
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:2.897
Ontem:1.649
Total:4.546
Recorde:2.897
Em - 15/11/18