Alckmin inaugura Bom Prato em Barretos

O prefeito Dieb participou da solenidade de inauguração, almoçou ao lado do governador e aproveitou a oportunidade para apresentar novas reivindicações. Júlio César/Foto Zezinho

O governador Geraldo Alckmin inaugurou na última terça-feira, 27, em Barretos, o 53º restaurante popular Bom Prato do Estado. Na ocasião também foi assinada a liberação de um repasse de R$ 20 milhões para as regiões de Barretos, Araraquara, Franca e Ribeirão Preto, por meio do Fundo Estadual de Assistência Social. O evento contou com a participação do secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro.

A nova unidade do restaurante fica próxima ao Hospital de Câncer. “A gente procura sempre construir os Bons Pratos em locais de grande movimento, para dar a oportunidade, para quem está fora de casa, de poder fazer uma boa refeição por R$ 1,00”, afirmou o governador durante o evento.

O Governado do Estado de São Paulo investiu, no total, R$ 1,9 milhão na unidade. Foram R$ 581,2 mil para a implantação e R$ 1,3 milhão para o custeio de refeições, no período de 12 meses. O investimento da Prefeitura de Barretos foi de R$ 900 mil para a implantação e R$ 375 mil para custear as refeições por 12 meses, totalizando R$ 1,2 milhão.

O Bom Prato servirá 1.800 refeições, sendo 1.500 no almoço, por R$ 1,00; e 300 no café da manhã por R$ 0,50. Crianças até seis anos têm a refeição gratuita. O espaço tem 210 lugares.

O restaurante funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 9h, no café da manhã e a partir das 10h30 até o término da cota diária no almoço. A entidade responsável pela unidade é AELESAB (Programa de Integração e Assistência Social à Criança e Adolescente).

PROGRAMA FOI CRIADO HÁ 17 ANOS

O Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e servirá, a partir de agora, cerca de 90 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 195 milhões de refeições e investiu mais de R$ 540 milhões no programa.

Serão 53 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 16 no interior. O almoço, com 1.200 calorias, é composto por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa.

Criada há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.


Postado em 03/03/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:5.667
Ontem:
Total:5.667
Recorde:5.667
Em - 15/10/18