CASO NALVA

Acusado do crime será julgado pelo Tribunal do Júri

A 1ª sessão do Tribunal do Júri deste ano vai julgar o homicídio da jovem Nalva Gonçalves dos Santos Bazílio, de 26 anos, que foi morta em 16/11/2014 de forma cruel e brutal em sua casa, na Rua 1 da Nova Colina. A vítima, que estava sozinha, não teve como se defender do assassino. O crime chocou toda a cidade e a família aguarda por justiça há mais de três anos.

Segundo noticiado por este semanário à época, o corpo de Nalva foi encontrado pela irmã caído na sala, coberto por um edredom e apresentava perfurações visíveis na cabeça e pescoço. A vítima, que morava nos fundos de uma residência, foi vista pela última vez na madrugada dos fatos pelos proprietários do estabelecimento onde trabalhava, que a levaram para casa.  A faca usada no homicídio foi apreendida. O acusado de cometer o crime está preso no Centro de Detenção Provisória de Taiúva.

A sessão de julgamento acontece no próximo dia 13, às 9h, com o sorteio dos 7 jurados que formarão o Conselho de Sentença entre os 25 previamente selecionados. A juíza Natália Hinckel preside a sessão de julgamento e o promotor interino, Gustavo Ferronato, será responsável pela acusação.


Postado em 10/03/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:5.794
Ontem:1.889
Total:7.683
Recorde:5.794
Em - 21/11/19