Dia 21 – Quinta-feira

20h – Missa na Comunidade Santa Luzia

Dia 22 – Sexta-feira

19h30 – Procissão e missa na Comunidade São João Batista – Jd. Simões

Dia 23 – Sábado

19h – Missa na matriz

Dia 24 – Domingo - DIA DE SÃO JOÃO BATISTA

08h – Missa na matriz

09h30 – Missa com as crianças na matriz

15h – Missa na Comunidade São José – Faz. São José

19h – Missa com bênção de São João Batista na matriz

Dia 26 – Terça-feira

20h – Missa na Comunidade São Francisco de Assis – Jd. Hípico

Dia 27 – Quarta-feira - DIA DE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

19h30 – Novena de N. Sra. Perpétuo Socorro na matriz

19h30 – Procissão e missa na Comunidade N. Sra. Perpétuo Socorro – Faz. Brejo Limpo

 “JOÃO: MOTIVO DE ALEGRIA E ESPERANÇA”

O nascimento de João (nome que significa “Deus é misericórdia e bondade”) é uma bênção para os pais e motivo de grande alegria para a vizinhança. A idade avançada dos pais torna-se ocasião para os prodígios divinos; o mutismo do pai Zacarias transforma-se em “exuberância profética”; a esterilidade da mãe Izabel torna-se “fecundidade”; o medo e as dúvidas dos vizinhos (“o que será desse menino?”) dão passagem à alegria e à esperança, pois com o menino algo de novo há de vir.

João Batista é o elo entra o Antigo e o Novo Testamento. Depois de proclamar Jesus “Cordeiro de Deus”, foi elogiado por ele como “o maior entre os nascidos de mulher”. Ele é lembrado como homem de grande mortificação, iniciado talvez nas comunidades religiosas do deserto.

O prefácio da missa nos traz bonitas palavras a respeito de Batista: “Ainda no seio materno, ele exultou com a chegada do Salvador, e seu nascimento trouxe grande alegria. Foi o único dos profetas que mostrou o Cordeiro redentor. Batizou o próprio autor do batismo e, derramando seu sangue, mereceu dar o perfeito testemunho de Cristo”.

Ainda em nossos dias, João Batista é celebrado com muita festa e alegria pelas nossas comunidades e pelo povo brasileiro. A exemplo do precursor do Messias, nossas crianças cresçam e se fortaleçam em espírito.

“Três vocações num homem: preparar, discernir, deixar crescer o Senhor e diminuir-se a si próprio. Também é belo pensar a vocação do cristão assim”.

Pe. José Roberto Alves Santana - Pároco


Postado em 23/06/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:973
Ontem:2.867
Total:3.840
Recorde:2.867
Em - 15/11/18