Aposentada doa casa para associação de combate ao câncer

Doação do imóvel é a primeira em 21 anos de existência da AVCC

CAPA - Foi com esta frase que a aposentada Terezinha Morales resumiu o nobre gesto de doar a sua própria casa para a Associação Voluntária de Combate ao Câncer, braço do Hospital de Amor.

Terezinha (no centro) com a escritura de doação junto às representantes da AVCC – Edmara e Sônia.

Todo mundo conhece a aposentada Terezinha Morales, de 63 anos, como protetora dos animais. A partir de agora ela será lembrada também como a pessoa que doou em vida a própria casa à Associação Voluntária de Combate ao Câncer, AVCC - Barretos, que pela primeira vez em sua história recebeu um imóvel de doação.

A escritura pública de doação da casa que fica na Rua Assad Abrão Daher nº 525, na Vila Cunha, foi assinada na manhã do último dia 20 em Colina após um processo longo e burocrático que começou há 3 anos, quando Terezinha procurou a Fundação Pio XII pela primeira vez. A intenção dela era doar o imóvel para o hospital que atende gratuitamente pacientes com câncer mas, a primeira tentativa, não deu certo. O caso então chegou ao conhecimento da AVCC, que é um braço da Fundação Pio XII e tem como missão auxiliar o paciente durante a permanência em Barretos até o final do tratamento.

“Esse sempre foi o meu sonho e da minha mãe porque o câncer é uma doença triste e não levamos nada no caixão. Alguns até criticaram a nossa atitude, porém Deus sabe que fazemos de coração e Ele já está me honrando e vai me ajudar até o último dia da minha vida”, explicou Terezinha que não tem nenhum familiar portador da doença.  

A HISTÓRIA

O primeiro contato dela e da mãe Josepha, de 89 anos, com a associação aconteceu quando a presidente, Edmara Iunes Ali, esteve em Colina para conhecê-las e aceitou de pronto a doação. “Foi uma surpresa enorme porque é o primeiro caso. Somos uma associação que depende muito de doações para continuarmos nosso trabalho. Essa é a primeira vez que alguém doa um imóvel para a gente”, explicou Edmara que ressaltou: “Estamos muito gratos por este gesto e esperamos que, por meio da Terezinha, que tem um coração enorme, outras pessoas possam fazer o mesmo em benefício do próximo. Esta atitude é maravilhosa porque às vezes você não tem nenhum familiar para deixar algo e as instituições necessitam desse suporte financeiro para dar continuidade ao trabalho de benemerência”.

O valor venal na prefeitura é de quase 24 mil reais, porém o valor real de venda é bem acima, já que um terreno nas proximidades do terminal rodoviário está avaliado entre 50 a 60 mil reais. A casa está edificada em terreno de 11 x 25m. O imóvel é usufruto das doadoras enquanto estiverem vivas. “Estou doando a casa com tudo dentro e minha mãe tem ciência de tudo. Poderia até deixar para os parentes, mas decidimos ajudar os pacientes com câncer. São tantos e de várias regiões do país, portanto, necessitam de auxílio. É tão bom praticar a caridade”, comentou a doadora.

SUPORTE PARA COLINENSES

“Colina também tem portadores de câncer que vão até Barretos diariamente em busca de tratamento. Inicialmente a intenção é expandir o trabalho com a instalação de uma casa de apoio aqui para dar suporte, mas é o futuro quem vai dizer. Por enquanto o imóvel é da associação, mas quem vai ficar morando nele é mãe e filha até quando Deus quiser. Até lá pedimos muita saúde para as duas e agradecemos por esse gesto extraordinário”, ressaltou Edmara que na assinatura da escritura também esteve acompanhada da secretária executiva da AVCC, Sônia Serafim.

A associação também conta com o apoio de voluntárias colinenses que, frequentemente, estão em Barretos nos ajudando neste trabalho constante. “Neste mês atendemos 200 pacientes com cesta básica e medicação. Também temos aquele auxílio de emergência no dia a dia que o hospital nos solicita”, explicou Edmara.

“A AVCC existe há 21 anos e é de conhecimento público o trabalho realizado pelos voluntários. Além do suporte ao paciente em tratamento, a associação também ajuda o Hospital de Amor quando solicitado. A prioridade sempre é o paciente que recebe medicação, alimentação e translado”, informou a presidente. 

Quem quiser ajudar a AVCC de alguma forma ou conhecer o trabalho realizado é só procurar a sede na Av. Paulo de Matos Leandro nº 1.357, bairro Paulo Prata, próximo ao Hospital de Amor ou entrar em contato pelos fones: (17) 3321-6600 e 3324-4519.

Acompanhadas por Terezinha, as representantes da AVCC estiveram com dona Josepha, a quem também agradeceram pelo gesto sublime.


Postado em 30/06/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1
Ontem:6.010
Total:42.793
Recorde:10.619
Em - 18/05/15

Warning: fopen(estatisticas/contador.txt) [function.fopen]: failed to open stream: Permission denied in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 55

Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 56

Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/ocolinen/public_html/estatisticas/contador.php on line 57