“Vizinhança Solidária” incrementa vigilância com instalação de câmeras

O whatsapp é a ferramenta de comunicação entre os participantes do “Vizinhança Solidária” que estão incrementando a vigilância com a instalação de câmeras. A ideia é que os equipamentos se tornem os olhos dos grupos criados em nove bairros da cidade.

O primeiro ponto de câmeras foi instalado há poucos dias num dos quarteirões da Av. Rui Barbosa, onde residem 6 participantes do grupo do centro que aderiram a esta nova fase do projeto. “É mais uma ferramenta que vai ajudar muito na segurança. As imagens são de excelente qualidade e vão agilizar o trabalho da polícia que terá acesso imediato às filmagens”, explicou Lígia Dezolt que é tutora do grupo central. Ela já foi vítima de assalto em 2013  e contou como foi difícil na época conseguir a gravação das imagens. “Os bandidos ficaram 5 horas na minha casa, levaram tudo que podiam e mais um pouco porque acabam com a sua paz e tranquilidade. Nunca mais você é o mesmo. As imagens que conseguimos eram tão ruins que não dava para ver quase nada”.

O grupo das câmeras tem 127 pessoas que são participantes dos nove grupos do VS que podem acessar as imagens do celular. “Quem não aderiu deve participar porque se precisar da filmagem vai depender da polícia. Se todas as pessoas que fazem parte dos grupos tivessem participando deste novo projeto fecharíamos todos pontos num tempo menor e a área de cobertura seria maior”, explicou Lígia.

Além de serem uma prova incontestável contra crimes, as câmeras auxiliam os moradores na chegada em casa, na detecção de pessoas e veículos estranhos na vizinhança, etc. “É uma forma rápida e eficiente que evita que a pessoa se arrisque. Toda vez que incrementamos um projeto estamos buscando ferramentas para o seu crescimento. Esse é o objetivo do programa e a intenção é aperfeiçoá-lo ainda mais”, comentou Dezolt.

Os 127 moradores que aderiram ao VS câmeras on line estão pagando uma taxa de R$ 30,00 mensal e o próximo ponto de instalação das câmeras será na Rua 5 do bairro Nova Colina.

O projeto começou em junho e quem quiser obter mais informações pode entrar em contato com a tutora Lígia pelo fone 99671-7821.


Postado em 21/07/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.811
Ontem:11.625
Total:19.332
Recorde:11.625
Em - 17/10/18