Estrada Municipal e denominada de “Pedro Spechoto”

A Estrada Municipal CLN 362, localizada no trecho entre as rodovias Renê Vaz de Almeida e José Marcelino de Souza, agora passa a denominar-se “Estrada Municipal Pedro Spechoto”, conforme a Lei 3.315, de 5/9/18, sancionada pelo prefeito. O projeto de lei, de autoria do Executivo, foi aprovado pela Câmara.

“A escolha do nome é uma justa homenagem pelos relevantes serviços que Pedro Spechoto prestou em prol da cidade”, explicou o prefeito.

BIOGRAFIA DO ANCESTRAL DA FAMÍLIA

Nascido Spessotto Pietro em 23/4/1886, no município de Gorgo Al Monticano, província de Treviso, na Itália, filho de Giovanni e Zamuner Angela. Ainda recém-nascido imigrou ao Brasil na companhia dos pais, beneficiados como tantos outros com um programa do governo brasileiro que visava atrair mão de obra para suprir a demanda da cafeicultura em expansão.

A família desembarcou no porto de Santos e veio para a região de Ribeirão Preto, onde permaneceu por alguns anos. No início do século XX Spessotto Pietro migrou para Colina, conforme prova a certidão de casamento com Luiza Marson em 29/9/1906, no Cartório de Barretos, já que Colina ainda não havia atendimento cartorário.

O documento oficial comprova que a família Spechoto, que tem Pedro Spechoto como patriarca, está radicada em Colina há pelo menos 112 anos. A alteração da grafia e pronúncia do sobrenome de Spessotto para Spechoto ocorreu em época e também por motivos ignorados. Pedro Spechoto sempre trabalhou na lavoura de café. Em 1911, há 107 anos, comprou a Fazenda Palmeiras que até hoje é propriedade da família. As terras foram subdivididas em diversas propriedades menores para satisfazer aos direitos de herança dos descendentes. 

A fazenda, localizada na região denominada Monte Belo, é servida pela Estrada Municipal CLN 362 cujo traçado, sinuoso, percorre aproximadamente 1,5km em seu interior. Quando assumiu a propriedade em 1911, Pedro Spechoto passou a morar e trabalhar na fazenda, onde permaneceu até 1964, há 55 anos, quando transferiu a residência para a cidade. Veio a falecer em julho de 1971 aos 85 anos. Pedro Spechoto e a esposa Luiza tiveram 10 filhos, todos já falecidos, mas grande parte dos descendentes, como os netos Pedro José, Maria Luiza, Luís Mário, Maria Dovanir, José Valdir, Bernadete, João Paulo, Merinete, Pedro Luís, Márcia, Melavete, Regina, José Carlos, Edson Luiz, Maria Luiza e Sônia, todos casados e com filhos, atualmente na sétima geração, continuam morando em Colina. Dos que deixaram Colina há informações de que vivem em cidades do Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Goiás, Amazonas e ainda em alguns países da Europa e Canadá.

Início da CLN 362 agora denominada “Pedro Spechoto”.


Postado em 22/09/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:495
Ontem:10.240
Total:10.735
Recorde:10.240
Em - 13/12/18