ELEIÇÕES 2018

Justiça Eleitoral orienta que eleitor leve “cola” dos candidatos para facilitar e agilizar votação

 

Capa - O chefe do Cartório Eleitoral, Carlos Humberto Campos Júnior, ressaltou que é uma dica importante para o eleitor levar a “cola” com os números dos candidatos como forma de facilitar e agilizar a votação.

O jornal O COLINENSE encarta nesta edição o modelo da “cola” fornecido pela Justiça Eleitoral. A votação tem início às 8 horas e se encerra às 17 horas. Em Colina são 5 os locais de votação: Escolas “Lamounier de Andrade”, “Cel. José Venâncio Dias”, “Darcy”, “Antônio Daher”- Cohab 2 e “Maria Zanette Camargo” – Jardim Santa Lúcia (veja na página 3 as seções de cada escola). Todos os locais terão uma seção de justificativa para auxiliar o eleitor no preenchimento do requerimento.

Não se esqueça de levar o título de eleitor e um documento com foto ou o “e-Título” para quem fez a biometria. Boa eleição e lembre-se, o voto é o instrumento para se construir um Brasil melhor.

Domingo é dia de escolher os futuros governantes do país.

 

As eleições gerais de domingo vão eleger os políticos que estarão à frente das esferas de governo do país e de cada estado da federação, o que desperta a atenção já que o eleitor é o protagonista desse processo democrático.

O Cartório Eleitoral está com tudo pronto nos três municípios para a eleição que tem a maior quantidade de cargos em disputa, principalmente porque o Estado de São Paulo vai eleger dois senadores distintos. Uma dica importante é levar a “cola” com o número dos candidatos anotados. “Além de auxiliar, a cola vai agilizar o voto e evitar algum equívoco no momento de digitar o número dos candidatos na urna eletrônica. Depois de apertar o verde não tem como voltar atrás”, explicou Carlos Humberto Campos Júnior, chefe do Cartório Eleitoral. Nesta edição estamos encartando a “cola”.

A votação será das 8 às 17 horas e a boca de urna (pedido de voto) está proibida. As Polícias Civil e Militar estarão de plantão. Além dos mesários, cada escola terá o pessoal de apoio logístico que são auxiliares da Justiça Eleitoral. Cada escola também terá sua seção de justificativa. “O eleitor tem que levar o título e um documento oficial com foto para justificar o voto. Estes dois documentos podem ser substituídos pelo ‘e-Título’, caso a pessoa já tenha feito a biometria. Nestas seções o eleitor será ajudado a preencher o requerimento de justificativa e com ele em mãos se dirige a qualquer seção de votação para justificar a ausência na urna eletrônica”.

O chefe do Cartório explicou que mesmo em Terra Roxa, onde a votação será completamente biométrica, o eleitor será obrigado a levar um documento oficial com foto. “Cerca de 1.690 títulos da cidade foram cancelados por falta da biometria e estas pessoas não poderão votar nem no 1º e 2º turnos. Terão que esperar a reabertura do cadastro, a partir de 5 de novembro, para regularizarem o título. Em 2019 a biometria será obrigatória na maioria dos municípios brasileiros, inclusive em Colina e Jaborandi”.

TIRAR FOTO DO VOTO É PROIBIDO

A Justiça Eleitoral ressalta que é proibido tirar foto da tela da urna no momento da votação. Essa atitude é considerada crime eleitoral. “Por isso do lado da urna, num local visível aos fiscais dos partidos e mesários, haverá uma mesa onde o eleitor colocará seus pertences antes de votar, inclusive aparelhos celulares e máquina fotográfica”, esclareceu Campos Júnior.

Em cada local de votação haverá um coordenador de acessibilidade, identificado com uma camiseta verde, responsável em dar atenção especial aos portadores de dificuldade de locomoção ou deficientes visuais. “Os coordenadores tem essa função para que o eleitor com necessidade se sinta à vontade e tenha mais facilidade para votar. Os elevadores das escolas ‘Venâncio’ em Colina e ‘Alexandre’ em Jaborandi também serão utilizados para essa finalidade”, destacou Carlos.

APURAÇÃO COMEÇA APÓS TÉRMINO DA VOTAÇÃO

Após às 17h, quando termina a votação, as urnas eletrônicas e todo material usado nas eleições serão recolhidos dos locais de votação dos três municípios e escoltados pela Polícia Militar até o Cartório. “Estaremos esperando com os sistemas eleitorais que enviarão os votos para Brasília, onde será feita a totalização de todo o país”, informou. 

Uma novidade deste ano é que o boletim de urna afixado nas seções eleitorais, após o término da votação, terá o “QR Code” que permitirá que o celular possa fazer a leitura de como ficou a votação em cada uma das seções eleitorais (38 Colina, 22 Terra Roxa e 14 Jaborandi). “Depois com esses dados o interessado pode entrar no site do TSE e verificar se a quantidade de votos que tinha apurado no celular confere com aquela indicada no site. Esses boletins de urna, um para cada seção, serão afixados num painel, na frente do Cartório, durante 15 dias para a conferência do público”.

A apuração dos votos poderá ser acompanhada pela internet, nos sites do TRE e TSE, que vão disponibilizar gradativamente o resultado da votação em todo o país, exceto o cargo de presidente que é o único em disputa de nível nacional. “Somente após o encerramento da votação no Estado do Acre, em que a diferença de fuso horário com Brasília é de duas horas, será divulgado o resultado da votação para presidente dos outros estados. Então assim que acabar a votação no Estado de São Paulo, por exemplo, saberemos de imediato a votação dos cargos, exceto de presidente que precisa esperar o término da votação no Acre”.

Equipe do Cartório Eleitoral que irá atuar no domingo juntamente com a juíza e promotor.


Postado em 06/10/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:3.730
Ontem:
Total:3.730
Recorde:3.730
Em - 19/12/18