Maçonaria comemora 40 anos e homenageia fundadores

A Loja Maçônica “Fraternidade e Carinho” completou 40 anos de existência e para celebrar a fundação foi realizada na noite do último dia 10 sessão solene na Câmara, que homenageou os fundadores e também ex-veneráveis que ajudaram a construir a história da maçonaria colinense. Além da família dos maçons e demolays, também participaram do evento vereadores e convidados.

A sessão solene foi presidida pelo vereador Henrique Campase, presidente do Legislativo colinense e que também já foi demolay. Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente e orador da Loja Maçônica, André Del’Angelo e Raul Pinto Neto. A sessão solene destacou a história da Loja Maçônica desde em que foi fundada até os dias atuais.

A história da Loja Maçônica começou na década dos anos 70 com José Augusto Simões de Campos e Nestor Silveira Guimarães que foram percursores para a instalação. Mesmo antes de ser fundada, doze colinenses frequentavam regularmente as reuniões semanais na região. Liderados por Nestor Guimarães os maçons colinenses se prepararam para a instalação que foi viabilizada com a Lei Municipal nº 964, de 6/11/1979, que autorizava o Executivo a doar terreno para a construção da sede da Loja Maçônica que tem como benemérito o ex-prefeito Mário de Felício. O prédio foi inaugurado em 10/10/1978. Anos mais tarde, em 6/4/1996, foi inaugurado o Obelisco Maçônico no trevo da Av. Luiz Lemos de Toledo. Em agosto deste ano o prefeito Dieb Taha instituiu o Dia Municipal do Maçom, celebrado anualmente em 20 de agosto. O Dia Municipal do Demolay é comemorado em 18 de março.

“Através de resolução, de agosto deste ano, criou-se a Medalha Nestor Silveira Guimarães, da Ordem Maçônica de Colina, para homenagear todos os maçons fundadores desta loja. A escolha do nome justifica-se pela notória participação deste maçom no desenvolvimento de Colina”, destacou Pinto Neto que também falou sobre a Medalha José Augusto Simões de Campos ‘Zezito Simões’, também criada em agosto deste ano, para homenagear todos os Ex-Veneráveis Mestres da Loja. 

Vários maçons foram homenageados com a entrega das medalhas e diplomas que também foram entregues aos representantes dos já falecidos. “É o reconhecimento a estes irmãos que contribuíram não só para a história da Maçonaria como para o engrandecimento e progresso de Colina”, ressaltou o presidente.

Nestes 40 anos de existência a Loja Maçônica teve 17 presidentes, sendo que muitos já faleceram e foram representados por familiares na sessão solene. Destes, cinco frequentam as reuniões até hoje e 3 prestigiaram as celebrações: Francisco Ferreira Júnior, Napoleão Jorge e Eugênio Donini Júnior. A história da Loja Maçonica também está entrelaçada com o Capítulo “Fraternidade e Carinho” da Ordem Demolay que em março deste ano completou 30 anos de existência.

Ex-presidentes da Loja Maçônica homenageados (da esq. p/ dir.): Alessandro Donini, Waldir Prezotti, Francisco Ferreira Júnior, Valter Piai. Jonas Basso, Fernando Melo Filho e Raul Pinto Neto.

Os maçons fundadores Francisco Ferreira Júnior, Eugênio Donini Júnior e Napoleão Jorge que participaram da sessão solene na Câmara.


Postado em 20/10/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:6.071
Ontem:
Total:6.071
Recorde:6.071
Em - 21/11/18