ELEIÇÕES

Quem não votou no 1º turno pode votar normalmente neste domingo

O 2º turno das eleições deste domingo, dia 28, transcorre praticamente da mesma forma com a diferença que desta vez o eleitor vota em dois candidatos, o que deve evitar filas e tornar a votação mais rápida.

Além do presidente, os paulistas também vão eleger o governador. O primeiro voto na urna é para governador com 2 dígitos e na sequência presidente, também com dois dígitos.

O chefe do Cartório Eleitoral, Carlos Humberto Campos Júnior, explicou que quem não votou no 1º turno pode votar normalmente neste domingo porque os turnos são considerados eleições independentes. “A justificativa é feita no dia da eleição e só há dois casos em que pode ser feita após o pleito. Quando o eleitor mora no exterior pode justificar 30 dias após o retorno ao Brasil ou se a pessoa estava doente tem 60 dias, a partir da eleição, para apresentar o atestado médico no Cartório”, explicou Campos Júnior que acrescentou: “o voto é obrigatório e o eleitor que não vota paga multa. As pessoas confundem achando que após as eleições podem justificar a ausência. Com exceção do atestado médico e residência no exterior, quem não votou e nem justificou paga multa. É gerado um boleto no cartório que precisa ser pago e reapresentado para dar baixa no sistema para o eleitor regularizar a pendência”.

Quem não votou em um dos turnos ou em ambos tem que procurar o Cartório a partir do dia 5 de novembro, quando o cadastro será reaberto e pagar a multa de R$ 3,51 por turno não votado ou justificado.

PROBLEMA TEM QUE SER COMUNICADO NA HORA

Se a urna apresentar qualquer problema durante a votação o eleitor tem que informar na hora os mesários e não dar continuidade ao voto. “O eleitor precisa agir desta forma para verificarmos a urna. Depois do fato passado é um simples boato e não há como comprovar. Como qualquer outro aparelho eletrônico as urnas estão sujeitas a apresentar defeito e por isso temos 10 unidades de contingência para uma eventual substituição se for necessário”, destacou Carlos. 

BIOMETRIA OBRIGATÓRIA EM 2019

O cadastramento biométrico será obrigatório em Colina e Jaborandi a partir de 2019. O agendamento já está disponível pela internet (www.tre-sp.jus.br) para começar a ser feito em novembro. “Em outubro já abriram as vagas para novembro. Somente 15% do eleitorado das duas cidades fez a biometria. Quando o eleitor for fazer a biometria não pode ter nenhuma pendência com a Justiça Eleitoral. Se não votou e nem justificou tem que estar com as multas pagas porque mesmo que agendou o atendimento no site não vamos conseguir fazer o cadastramento. O eleitor terá que regularizar a situação antes de tudo”.

A eleição será realizada das 8 às 17 horas. É preciso levar o título e documento oficial com foto. O aplicativo “e-Título” continua valendo para quem fez a biometria e substitui os documentos. Assim como no primeiro turno, todos os locais de votação terão postos de justificativa. O resultado da eleição de governador será conhecido assim que os votos forem sendo apurados. Para o cargo de presidente será preciso esperar a eleição acabar em todo o país por conta do fuso horário. O resultado começará a ser divulgado após às 19 horas.


Postado em 27/10/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:12.356
Ontem:6.672
Total:19.028
Recorde:12.356
Em - 13/11/18