Colinense atua como médica voluntária na África

Criança moçambicana é atendida pela médica colinense.

A médica colinense Isadora Bernardes Angelícola retornou no último dia 8 da África, onde permaneceu por dez dias prestando atendimento à população carente como médica voluntária pela “Missão África,” uma ONG que conheceu através de seguidores de uma rede social.

Ela tem 27 anos e está concluindo a residência em Ginecologia e Obstetrícia na Santa Casa de Ribeirão Preto. Há um ano apadrinhou uma criança e desde então acompanha o trabalho da ONG, que atua no continente africano há 7 anos. A sede no Brasil funciona em Uberlândia-MG e na cidade de Beira, em Moçambique.

“É preciso atender vários pré-requisitos e um deles é o apadrinhamento. Para o preenchimento das vagas, que são limitadas, é feito um processo de seleção e fui aprovada”, destacou Isadora que prestou atendimento médico para crianças, adultos, idosos e gestantes na 17ª missão da ONG na África. O grupo de 20 pessoas era formado por 6 médicos e voluntários que auxiliavam no que fosse preciso. “Qualquer pessoa na missão ajuda muito, não precisa ter nenhum tipo de formação, apenas o coração aberto para dar muito amor para quem precisa. Os voluntários ajudavam desde brincar com as crianças até auxiliando os médicos nos atendimentos”, esclareceu a médica voluntária.

A ONG atua na cidade de Beira, mas os voluntários atendiam várias comunidades aos arredores. “Essa foi minha primeira experiência e não quero parar nunca mais. É difícil entender de onde vem a alegria do povo africano que enfrenta tantas dificuldades, doenças e vive com quase nada. Essa experiência causou uma transformação em mim como pessoa e me tornou uma médica mais humana”.  

Isadora se emocionou por várias vezes durante a missão e relembra a fé e carinho do povo africano. “As mães chegavam aos atendimentos com seus 4 e 5 filhos e saíam dali muito gratas pelo mínimo que fazíamos, mas para elas significa muito. Isso nos dava força para fazer mais de 300 atendimentos por dia”.

Assim como os voluntários, Isadora arcou com todas as despesas de viagem, alimentação e estadia. “Retornei uma pessoa melhor porque quando nos doamos ao próximo somos os maiores beneficiados”.

Antes de ir para à África a médica arrecadou várias doações no Brasil e muitos colinenses também ajudaram, o que deu para montar mais de 250 kits de higiene pessoal que ela entregou durante a missão. 

Além do programa de capacitação para os profissionais da área de saúde e educação, a ONG transforma a realidade das pessoas que vivem em situação de miséria e vulnerabilidade atuando em escolas de educação infantil, centro nutricional para crianças desnutridas e levando atendimento médico e odontológico para a população carente.

A médica passeia com criança da mesma forma que são transportada pelas mães.

Isadora fez parte da equipe de médicos e voluntários da ONG, que realizou a 17º missão no continente africano.


Postado em 27/10/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.636
Ontem:
Total:1.636
Recorde:1.636
Em - 17/11/18