Muleks e Paz fazem a final do Amador/2018

Em 10 de dezembro de 2017, Os Muleks da Dirce e Paz protagonizaram uma das mais equilibradas e emocionantes semifinais. O Paz vinha de vantagem do 1º jogo, vencido por 1 a 0. Neste segundo jogo, no tempo normal, a “Mulecada” reverteu a vantagem e ganhou por 2 a 1, provocando a disputa por pênalti.

Antes, porém, teve a troca de agressões entre os jogadores dos dois times que foram expulsos, inclusive o goleiro do Paz. Nos pênaltis brilhou a estrela de Ary que assumiu a posição de goleiro e defendeu duas cobranças. O Paz venceu por 3 a 1 nas penalidades e comemorou a classificação para a final. Ledo engano. Além dos jogadores que brigaram serem expulsos os times foram eliminados, conforme estabelecia o regulamento. Aí a discussão foi parar no Judiciário e só há poucos dias foi decretado o Patrimônio como campeão de 2017, já que o time venceu as duas semi e aguarda o vitorioso do outro confronto.

Bom agora, neste domingo, 23, teremos o reencontro entre Muleks e Paz. Os times, com certeza, chegam a final com méritos. Reúnem grande parte dos melhores jogadores do campeonato. Portanto, a final tem tudo para ser um clássico do futebol colinense. Soma-se a isso a rivalidade entre os times que buscam o bicampeonato.

Em 2015, quando o time adotou o nome “Fantastic Paz”, ganhou seu 1º título ao vencer os Muleks por 3 a 1. Nos dois anos anteriores o Paz amargou dois vice-campeonatos perdendo para o Bom Churrasco.

Os Muleks da Dirce surgiu em 2015 e já chegou a final. Em 2016 foi campeão ao vencer o Straladus da Pedreira por 3 a 0.

QUEM SERÁ BICAMPEÃO DO AMADOR 2019 2019???

É neste domingo, às 10 horas, no Colina Atlético. Vale ressaltar que na final deste domingo não existe vantagem para nenhum dos times. Se o jogo terminar empatado no tempo normal, vai para a prorrogação e se persistir o empate a decisão vai para os pênaltis com 5 cobranças alternadas.

A RODADA

O Paz não quis saber de brincadeira e logo aos dois minutos de jogo abriu o placar com Gamarra. O zagueiro aproveitou o bate-rebate e após cobrança de escanteio mandou pro gol. O Patrimônio se viu obrigado a reagir mas as tentativas paravam nas mãos do goleiro Tel.

No último minuto do 1º tempo a bola foi lançada na área após cobrança de falta e o atacante Guilherme, sempre atento, desviou para ampliar.

Na etapa complementar o Patrimônio foi para o tudo ou nada. Christian desperdiçou a grande chance de fazer o gol e incendiar a partida. Lá estava Tel como uma muralha. Nos acréscimos, Ary chutou de fora da área e sacramentou a vitória por 3 a 0. Ao final, Tel foi ovacionado pela torcida e a emoção tomou conta do goleiro.

No jogo das 10 horas teve repeteco do placar. O Primavera, sem alguns dos titulares, não conseguiu segurar o entrosado e confiante Muleks da Dirce que venceu por 3 a 0. O atacante Lipão provou porque é o artilheiro da competição: marcou aos 24’ e 40’ do 1º tempo. O Primavera voltou para a etapa final com objetivo de recuperar a desvantagem. Não conseguiu e ainda pior, abriu espaço para o adversário que ampliou. Aos 18’, Juliano César cobrou falta com perfeição e balançou a rede completando a vitória e carimbando o passaporte para a grande final.

COMUNICADO

Por conta do recesso que fazemos anualmente, neste período O JORNAL NÃO VAI CIRCULAR NAS DUAS PRÓXIMAS EDIÇÕES. Portanto, a decisão da final do campeonato será disponibilizada em nosso site e estará nas páginas impressas no dia 10 de janeiro de 2019. A REDAÇÃO


Postado em 21/12/2018
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.926
Ontem:5.151
Total:7.077
Recorde:5.151
Em - 20/07/19