Um em cada 10 estudantes é vítima de bullying nas escolas

O que os rotaractianos podem fazer contra o bullying, um dos principais propagadores da violência nas escolas? Essa pergunta faz parte do discurso que Amanda Hellen Nascimento, psicóloga e secretária do Rotaract colinense, fez no “4º Mergulho de Oratória”, evento promovido no final de abril, em Rio Preto, que reuniu 13 cidades da região.

Segundo o portal do MEC, um em cada 10 estudantes é vítima de bullying nas escolas brasileiras e até foi criada uma data, 7 de abril, como o Dia Mundial de Combate ao Bullying e à violência nas escolas.

A psicóloga foi escolhida como representante do clube de jovens colinense no encontro, promovido pela Organização do Distrito 4480, que teve a participação não só dos Rotaracts, como também Interacts e estudantes classificados na III Olímpiada de Oratória das escolas públicas.

“Esse é um evento de treinamento de oratória e os classificados participam nos dias 25 e 26 deste mês, em Santa Fé do Sul-SP, da Conferência Distrital de Rotaracts”, explicou Amanda que acrescentou: “resolvi falar do bullying que é uma violência física e emocional crescente nas escolas brasileiras e que nos casos mais graves provoca depressão e até mesmo suicídio, como também dificuldades na aprendizagem e síndrome do pânico, entre outros problemas”. 

A psicóloga, que atende casos de bullying em Colina e Jaborandi, também convida todos os interessados, com idade entre 18 a 30 anos, estudantes e profissionais das mais diversas áreas a participar do Rotaract. Mais informações pelos fones: 99244-9932 (Amanda) ou 98819-8196 (Taynara).

Amanda discursa no encontro do Rotaract em Rio Preto.


Postado em 18/05/2019
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:8.076
Ontem:
Total:8.076
Recorde:8.076
Em - 19/06/19