Dia 06 – Quinta-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Faz. Suco

Dia 07 – Sexta-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Faz. Monte Belo

Dia 08 – Sábado

19hMissa na matriz

Dia 09 – Domingo de PENTECOSTES

08h – Missa na matriz

09h30 – Missa com as crianças na matriz

17h – Missa na Catedral em Barretos no aniversário da Diocese

19h – Celebração da Palavra na matriz

Dia 11 – Terça-feira

20h – Missa na Comunidade N. Sra. Aparecida – Patrimônio

Dia 12 – Quarta-feira

19h30 – Missa com novena de N. Sra. Perpétuo Socorro na matriz

20h – Reunião da Comissão de Administração

“A PROMESSA DE DEUS SE CUMPRE: VEIO O CONSOLADOR!”

A promessa que Deus fizera na pessoa de Jesus aos seus discípulos de que não os deixaria sós se cumpre com o envio do Espírito. A liturgia foi preparada pela liturgia da Ascensão, pois, no evangelho, o Senhor diz: “Eu enviarei sobre vós aquele que meu Pai prometeu (1c 24, 49). Por isso, agora, celebramos a realização dessa promessa e somos convidados a nos alegrarmos com essa realização.

O evangelho de Jo 20, 19-23 nos chama a ser reconciliadores no mundo; a rever uma luta a fim de que cessem os ódios, a violência, o descaso, o abuso e a corrupção moral, social e política. A Igreja partilha a vida de Jesus quando, ao receber o seu Espírito, se compromete a lutar para que o evangelho saia do papel impresso e seja gravado nas suas ações; quando se compromete a ser, ela mesma, lugar e instrumento de reconciliação interna e externa.

Há na Igreja pessoas diferentes, com dons e ministérios diferentes, e isso é graça de Deus. A completa igualdade na Igreja tiraria seu dinamismo e beleza. Importa reconhecer que o Espírito Santo é quem nos faz todos membros de um mesmo corpo, o corpo de Cristo. E a missão de Cristo de levar a humanidade à reconciliação plena com Deus agora deve ser realizada por meio desse corpo. Jesus, por sua paixão e ressurreição, reconciliou o mundo com Deus. Nós, seus representantes e enviados, devemos dar a conhecer ao mundo essa reconciliação.

A unidade do Espírito Santo agindo na diversidade de dons e carismas é sinal manifesto da presença de Deus no mundo por meio da Igreja, comunidade dos seguidores e seguidoras de Jesus.

Pe. José Roberto Alves Santana - Pároco


Postado em 08/06/2019
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:518
Ontem:
Total:518
Recorde:518
Em - 14/10/19