CASO “BRANCO”

Homicídio completa mais de um mês e suspeito continua foragido

A polícia ainda não conseguiu prender um dos suspeitos da morte de Laerte Izopp “Branco”, assassinado há mais de um mês. O corpo foi encontrado na área rural da cidade no dia 17 com um tiro na cabeça. A prisão temporária do 1º suspeito foi decretada no dia 29 de maio, mas ele está foragido. Outro indivíduo, suspeito de participação, está preso na cadeia local desde o último dia 7.

A delegada Denise Polizelli informou que como se trata de homicídio qualificado, considerado crime hediondo, a prisão temporária é de 30 dias. O suspeito continua preso para que seja interrogado sempre que for necessário.

As investigações continuam em andamento e a Polícia Civil também aguarda outras informações para que o inquérito atinja uma etapa importante e conclusiva, que irá esclarecer dúvidas cruciais do caso que já conta com várias provas periciais.

A equipe da Polícia Civil tem se dedicado para o esclarecimento do caso, que chocou pela crueldade já que não foi dada à vítima nenhuma chance de defesa. O processo não é rápido e depende de vários fatores e informações que precisam ser analisados, esmiuçados e confrontados.

Enquanto isso a família de Laerte vive uma agonia sem fim que só acabará quando os culpados deste assassinato brutal forem identificados e julgados com todo o rigor da lei.


Postado em 22/06/2019
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:6.889
Ontem:
Total:6.889
Recorde:6.889
Em - 18/09/19