Reiki: técnica milenar de cura pelas mãos promove bem estar físico e mental

Colinense compara reiki à medicina complementar que ajuda em tratamento

A adesão ao Reiki pelo Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente em grandes centros urbanos, ajudou a difundir essa técnica milenar originária no Japão e que tem ganhado cada vez mais a aceitação das pessoas como medicina complementar ou terapia alternativa.  A forma mais simples de descrever essa técnica é a transferência de energia por meio da imposição das mãos para fins curativos.

A colinense Cecília Helena Junqueira Pinto, mais conhecida como “Tuca”, está de volta a Colina depois de um longo período morando no Rio de Janeiro. Reikiana desde 2003, ela não sabe se em Colina há adeptos dessa técnica, então teve a iniciativa de trazer a mestra para ministrar curso que foi adiado temporariamente e será remarcado numa nova data a ser definida.

A técnica de imposição de mãos e energização para transmitir paz, equilíbrio emocional e energético para a promoção do bem estar foi redescoberta por um monge chamado Mikao Usui. A iniciação é o primeiro nível do reiki e o praticante vai se graduando até se tornar mestre. O reiki não precisa de indicação, basta a pessoa querer recebê-lo. Cecília, que prefere apenas transmitir a energia, segue o reiki aliança que é o mais tradicional, sem muitas modernizações e misturas.

O reiki mudou a vida da colinense que nunca mais parou de praticá-lo. “Eu fiz o curso e me apaixonei, a minha vida mudou para melhor, fiquei mais calma, confiante, energizada, feliz e alegre comigo mesma, além de mais saudável. O reiki é uma canalização da energia vital que é transmitida às pessoas. Quem tem interesse em ter reiki precisa ser iniciado. É uma medicina complementar que ajuda no tratamento que não deve ser abandonado. Pode alcançar todos os níveis de equilíbrio: emocional, físico, mental e espiritual. É como uma oração”, descreveu Cecília que acrescentou: “Essa é a sensação que o reiki me traz, de levar para outro plano. Posso aplicar, doar e enviá-lo à distância sem a necessidade de entrar em transe e meditação profunda. Uma vez que você já tem o reiki e o usa bastante já está presente, pede a canalização e coloca a mão na pessoa. Como é um canal de vitalidade também pode ser dado em animais e plantas”.

EVITEI MUITAS DOENÇAS

 “É algo maravilhoso na minha vida, muito saudável e que aplico em mim. Já evitei que muitas doenças chegassem por causa do reiki. Eu estava viajando e acordei com uma dor de garganta violenta, estava muito frio e não tinha remédio. Eu adormeci com as mãos postadas na garganta e acordei muito melhor. Continuei aplicando o reiki e em três dias nem precisei de medicamento porque estava curada. Também me libertei de dores no corpo através do reiki”, revelou Cecília que começou no nível 1 e só depois de dois anos iniciou o nível seguinte.

REIKI À DISTÂNCIA

O reiki também pode ser doado à distância, sem a necessidade da imposição das mãos físicas. É recomendado no pós-cirúrgico para ajudar na drenagem, cicatrização e até para acalmar o paciente.

“Primeiro é preciso praticar em você e nas pessoas para começar o nível 2 que trabalha com símbolos que transmitem a energia para o endereço recomendado. Esses símbolos só o reikiano conhece porque são secretos. Você pode mandar o reiki a distância mentalizando a pessoa que irá recebê-lo. O tratamento completo é feito em 4 sessões. “Não posso só dar o reiki preciso também receber. Essas trocas são importantes porque quando você dá descarrega as baterias. Preciso receber para me recarregar e continuar doando”, explicou Tuca.

ENERGIA UNIVERSAL E SEM FRONTEIRAS

Cecília contou que o reiki é uma energia universal, sem fronteiras que começou por causa de uma aula de cristianismo. “O reiki é uma técnica, mas o lado espiritual é muito cristão porque Jesus já curava pelas mãos. Ele tinha uma frequência muito maior e seu poder não está ao nosso alcance, mas quem segue a estrada quem sabe pode pelo menos ter um pouquinho daquela energia de cura e de paz que Cristo traz”. A reikiana Cecília se colocou à disposição de quem deseja ter uma sessão experimental ou quer saber mais sobre essa técnica milenar.

O Reiki mudou a vida da colinense Cecília Junqueira Pinto, que é reikiana desde 2003.


Postado em 06/09/2019
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.293
Ontem:
Total:1.293
Recorde:1.293
Em - 18/09/19