Colina recebeu cruz e imagem no mês do missionário

Colina foi a primeira cidade da Diocese a receber a réplica da cruz missionária e a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que chegaram à cidade na tarde de sexta-feira e foram recepcionadas com missa celebrada pelo padre Santana na capela do Hospital. A noite também houve celebração na Fazenda Brejo Limpo.

Além das missas do final de semana na igreja matriz, a cruz e imagem percorreram as comunidades até na terça-feira e ontem seguiram para Jaborandi. A visita nos 21 municípios da Diocese, elaborada pelo bispo Milton Kenan Júnior, termina em dezembro.

“A imagem peregrina já percorreu a Diocese por diversas vezes. A cruz é uma réplica daquela que o Papa Francisco abençoou na visita à Bolívia e representa o sofrimento do povo, de Jesus e significa a vida que Cristo nos deu na ressurreição”, explicou Santana.

Esta foi a primeira vez que a cruz missionária esteve em Colina e a 4ª vinda da imagem de Nossa Senhora à cidade, que foi trazida pela primeira vez pelo então bispo D. Pedro Fré. “Outubro também é o mês do missionário e a Diocese está implantando a metodologia de setorizar para evangelizar. Nesse sistema as paróquias são divididas em setores e Colina é dividida em 21 comunidades, o que significa que estamos prontos para levar a palavra de Deus”, explicou o pároco. O mês do missionário extraordinário foi instituído pelo Papa para que cada cristão tenha a missão de evangelizar.

A imagem da santa e a cruz foram recepcionadas com missa celebrada  pelo padre Santana na capela do Hospital.

 


Postado em 05/10/2019
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:13.684
Ontem:
Total:13.684
Recorde:13.684
Em - 14/10/19