Ranchão quer o bi e Unifera o 1º título

Carlos Eduardo(Ranchão) e Sagui (Unifera) vão travar um duelo à parte.

 

Chegou a hora de conhecer o grande campeão do Veterano 2012. Unifera, campeão do primeiro turno e Ranchão, campeão do 2º, se enfrentam no Colina às 10h.
O jogo é uma reedição da final do 1º turno, vencida pelo Unifera por 3 a 0, no dia 6 de maio. Os times se enfrentaram mais 3 vezes, com duas vitórias do Ranchão, sendo uma na semifinal do 2º turno e um empate
O Ranchão entra em campo buscando o bicampeonato e o clima é de confiança. O camisa 10, Lua, um dos principais jogadores do time, disse que “a expectativa é de um bom jogo, temos modos parecidos de jogar, por isso será uma decisão equilibrada”
Nas arquibancadas o comentário é que a grande diferença do time campeão do ano passado para esse é o respeito que ganhou dos adversários, deixou de ser “zebra” e passou a ser um dos mais fortes.
Tem nomes que podem fazer a diferença, como Carlos Eduardo, Duca e o bom goleiro Du, além do técnico, sempre incentivador, Melquíades Scarpinete.
do lado do Unifera a expectativa é pelo título inédito, que vem perseguindo desde 2008. A recente derrota para o Ranchão serve de motivação para o elenco comandado pelo técnico Paçoca.
 “Vamos evitar ao máximo a prorrogação e os pênaltis, temos que decidir nos 80 minutos”, declarou o técnico que pretende intensificar a marcação pelo meio e controlar o nervosismo, fatores essenciais para a conquista.
O Unifera é um time que prioriza demais a marcação e, em certos momentos, praticamente abdica de atacar para se defender, estilo de jogo que vem sendo muito usado no futebol mundial, principalmente depois que o Chelsea ganhou a Champions League jogando dessa maneira. Mas, Paçoca afirma que o time vai mudar e pretende partir para cima do adversário.
Sagui, João Amadeu e Pimpão são alguns dos destaques do time. 
OS HOMENS-GOL
Além da briga pelo título, a disputa de artilheiros também estará em campo neste domingo. Sagui é o artilheiro da “Sapataria”. O camisa 8 marcou 16 gols no campeonato e pode ser decisivo na busca pelotítulo.
O goleador do Ranchão é Carlos Eduardo “Du”. O “estrangeiro”, de Monte Azul, balançou as redes 14 vezes. Centroavante nato, foi o grande carrasco do rival na semifinal do 2º turno, quando marcou dois gols
FINAL NÃO TEM VANTAGEM
Diferente das finais de turno, na “super-final” ninguém tem vantagem. Em caso de empate no tempo normal, a partida vai para a prorrogação e persistindo a igualdade o campeão será definido nos pênaltis.
Na decisão por pênalti, cada equipe terá direito a três cobranças, havendo empate, começam as cobranças alternadas.
Desde que foi adotado esse sistema de disputa, a final do campeonato nunca foi decidida no tempo normal. Em 2010, o Patrimônio foi campeão nos pênaltis contra o Viracopos e no ano passado, o Ranchão derrotou a Pedreira na prorrogação.
RANCHÃO SE CLASSIFICA SEM GOLS
Para quem foi ao Colina esperando ver uma grande semifinal entre Ranchão e Estrelas se decepcionou. As equipes fizeram uma partida bem abaixo do esperado, com poucas emoções, no tempo normal e na prorrogação.
Sem atacar muito, o Estrelas fez o jogo que o Ranchão queria, que por sua vez soube administrar o resultado e ficar coma vaga após o empate em 0 a 0.
 
Capitão Birruga recebe o troféu de vice dos vereadores Marquinho e Jovino e de José Carlos Malpica que deu nome a taça.
 
Times se cumprimentam antes da decisão
 
 
 
Barulhenta torcida  do Estrelas
 
Jogadores do Ranchão se cumprimentam após o título
 
Equipe do Estrelas comemorou a boa campanha no ano estreia.

Postado em 21/07/2012
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:2.785
Ontem:8.395
Total:22.029
Recorde:10.849
Em - 18/11/18