Dia 29 – Sábado

19h – Missa na matriz com coroação de Nossa Senhora

 

Dia 30 – Domingo

09h30 – Missa na Matriz com coroação de Nossa Senhora

19h – Missa na matriz

 

Dia 02 – Quarta-feira

19h30 – Missa com novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na matriz

 

Dia 03 – Quinta-feira – CORPUS CHRISTI

09h30 – Missa na Matriz

10h30 – Procissão com Jesus Eucarístico e a participação de ciclistas, motociclistas e carros. Estaremos arrecadando alimentos não perecíveis e cobertores.

               O roteiro da procissão é o seguinte:

Rua 7, Rua Dr. Oscar Goes Conrado, Rua Tiradentes, Rua Dr. Moacir Vizoto, Rua José Antonio de Souza, Rua Antonio Junqueira Franco até o hospital, Rua José Marques de Oliveira, Rua 6 Jardim Hípico reto até Rua José Camolese, Rua Dr. Manoel Fernandes, Rua Tiradentes, Avenida Manoel Palomino Fernandes, Rua General Osório, Avenida Rui Barbosa, Rua Tiradentes, Av. Luiz Lemos de Toledo, Rua 13 de Maio até a Matriz.

 

 “SANTÍSSIMA TRINDADE: DEUS COMUNHÃO”

 

Na tradição apostólica, os discípulos de Jesus são batizados em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Essa comunhão do Pai, do Filho e do Espírito Santo chamamos também de Trindade Santa. E o batismo em nome da Trindade comporta exigências para os discípulos. A primeira delas consiste na comunhão fraterna eclesial, inspirada no modelo trinitário. Com a Trindade, os discípulos aprendem a construir uma comunidade a serviço uns dos outros, sem espírito de competição. Ninguém se sente superior aos demais, pois todos servem em diferentes ministérios. A exemplo da Trindade, buscam a comunhão e a corresponsabilidade.

A solenidade da Trindade que celebramos é um convite para contemplar a comunhão entre as três pessoas da Santíssima Trindade, comunhão essa que resulta do amor. A gratuidade deve ser a marca característica do amor cristão. Esse ideal trinitário leva os discípulos a superar todas as formas de inimizade, contendas, rivalidades, competições, críticas destrutivas e tantas outras atitudes que não contribuem para a unidade entre irmãos. Viver desunido é uma das muitas negações da fé. Em direção contrária, a fé trinitária busca a comunhão verdadeira e profunda, a exemplo do próprio Deus.

Pe. JOSÉ ROBERTO ALVES SANTANA - Pároco


Postado em 04/06/2021
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.921
Ontem:892
Total:2.813
Recorde:1.921
Em - 19/06/21