FURTOS EM PROPRIEDADES RURAIS E EMPRESA

Na manhã do dia 21, ao conferir os animais no pasto o funcionário de uma propriedade rural deu falta de cinco novilhas. Ele percorreu o pasto e algumas áreas da fazenda na companhia de outro funcionário encontrando uma parte da cerca danificada. Os bandidos deixaram rastros do pneu do veículo onde os animais foram embarcados e furtados.

O motorista invadiu uma propriedade rural na Rodovia Renê Vaz de Almeida, que liga Colina e Monte Azul, com um veículo e furtou 20 sacos de laranja. O fato aconteceu na noite do dia 29.

Ao chegar ao trabalho na manhã do dia 27, um funcionário de empresa que margeia a Rodovia Antônio Bruno constatou o furto de aproximadamente 40 metros de cabos de cobre. Os fios foram cortados e furtados durante o final de semana quando não há expediente de trabalho.

FURTO EM OBRA

Um mestre de obras acionou a PM na tarde do dia 2 comunicando que no prazo de um mês foram furtadas de uma das obras furadeira, lixadeira, serra mármore, extensão de 30 metros e alguns pedaços de fios.

GOLPES CAUSAM GRANDES PREJUÍZOS

Uma funcionária de empresa na Av. Luiz Lemos de Toledo recebeu na manhã do dia 1º a ligação do novo gerente da conta jurídica, informando para ela atualizar o token de acesso à conta bancária que estava antigo. Após realizar o procedimento, a funcionária recebeu a ligação da central do banco questionando se estava fazendo transações na conta e então percebeu que havia caído num golpe. Ela conseguiu estornar o valor de R$ 10 mil e bloqueou um Pix na quantia aproximada de R$ 27 mil. O prejuízo da empresa foi de R$ 40.399,00.

Um funcionário de agência bancária de Barretos manteve contato com um correntista de Colina na manhã do dia 30 informando que um indivíduo estava no banco realizando o desconto de três cheques nos valores de R$ 3.500,00, R$ 3.950,00 e R$ 4.800,00 e que não havia mais saldo na conta. O correntista disse que não havia emitido nenhum dos cheques. O estelionatário desconfiou da demora e saiu da agência deixando o cheque para trás. A vítima alegou ainda que um estelionatário compareceu na agência do banco em Colina e conseguiu retirar um talão de cheques da sua conta mediante apresentação de requisição não fornecida pela vítima.

A titular de uma conta foi até o banco na manhã do dia 2 e sacou a quantia de R$ 800,00. Neste momento um homem se aproximou e lhe disse que havia saído um papel do terminal para ela efetuar procedimento para não ter o cartão bloqueado. O golpista realizou o procedimento e a vítima foi embora. Quando ela acessou o aplicativo do banco constatou um saque de R$ 3 mil que não efetuou. O golpe foi aplicado na mesma agência no dia 2 com prejuízo maior a outro correntista que teve R$ R$ 4.650,00 retirado da sua conta.

 

 


Postado em 08/10/2021
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.055
Ontem:3.567
Total:4.622
Recorde:3.567
Em - 15/10/21