Dia 12 – Quinta-feira

20h – Confissões em Colina

Dia 13 – Sexta-feira

20h – Confissões na Paróquia de Santa Ana e São Joaquim em Barretos

Dia 14 – Sábado

19h – Missa na matriz

INÍCIO DA FESTA DE SÃO JOSÉ

Dia 15 – Domingo

08h – Missa na Matriz

09h30 – Missa com as crianças na matriz

19h – Missa na matriz

FESTA DE SÃO JOSÉ

Dia 17 – Terça-feira

19h30 – Via-Sacra até a comunidade São Francisco – Jardim Hípico

Dia 18 – Quarta-feira

19h30 – Missa com novena na matriz

20h – CURSO DE BATISMO na matriz

20h – Reunião dos catequistas no Lar Paroquial

Dia 19 – Quinta-feira – Dia de nosso Padroeiro SÃO JOSÉ

18h – Procissão e missa na matriz

FESTA DE SÃO JOSÉ

 

“JESUS, FONTE DE ÁGUA VIVA”

 

Jesus se aproxima das pessoas porque é relacional. É impossível pensar em Jesus se isolando de tudo e de todos. Há nele uma necessidade de conversar, interagir e ser fonte de água viva para todos em seus desertos pessoais. Por isso, podemos afirmar que Jesus via a si mesmo como um construtor de pontes. Ele caminhava em direção às pessoas que haviam sido isoladas em seus desertos e lhes apresentava nova e inusitada proposta de vida. Ao se aproximar delas, indicava que não eram invisíveis e, aproximando-as dele, aproximavam-nas da comunidade de discípulos e discípulas.

A demonstração de amor de Jesus pode ser considerada a maior demonstração de solidariedade. Jamais a humanidade foi amada a ponto de alguém dar a vida por ela. Quais seriam as formas por meio das quais poderíamos manifestar o amor e a solidariedade entre nós?

Pe. JOSÉ ROBERTO ALVES SANTANA - Pároco


Postado em 14/03/2020
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:1.822
Ontem:892
Total:2.714
Recorde:1.822
Em - 19/06/21